A Porta para o Paraíso Eterno

Classificação:
Tamanho da fonte:
A- A A+
  • Por islam-guide.com
  • Publicado em 09 Mar 2009
  • Última modificação em 21 Oct 2010
  • Impresso: 311
  • 'Visualizado: 16,146 (média diária: 3)
  • Classificação: 2.1 de 5
  • Classificado por: 71
  • Enviado por email: 1
  • Comentado em: 0
Pobre Melhor

Deus disse no Alcorão:

E dê boas novas (Ó Muhammad) a todos aqueles que crêem e fazem boas obras, porque deles são os jardins (Paraíso) nos quais correm os rios...   (Alcorão, 2:25)

Deus também disse:

« Compitam uns com os outros pelo perdão de seu Senhor e pelo Paraíso, cuja largura é como a largura dos céus e da terra, que foi preparada para aqueles que crêem em Deus e Seus mensageiros... » (Alcorão 57:21)

O Profeta Muhammad nos disse que o mais baixo em posição entre os habitantes do Paraíso terá dez vezes o equivalente a esse mundo[1] e ele ou ela terá o que ele ou ela desejar e dez vezes isso.[2]  O Profeta Muhammad também disse: « Um espaço no Paraíso equivalente ao tamanho de um pé seria melhor do que o mundo e tudo que ele contém. »[3]  Ele também disse: « No Paraíso existem coisas que nenhum olho jamais viu, nenhum ouvido jamais ouviu, e nenhuma mente humana foi capaz de imaginar. »[4]  Ele também disse: « O homem mais miserável no mundo entre aqueles destinados ao Paraíso será imerso uma vez no Paraíso. Então ele será perguntado, “Filho de Adão, alguma vez você passou por miséria? Alguma vez enfrentou qualquer dificuldade?” Então ele dirá, “Não, por Deus, Ó Senhor! Eu nunca passei por qualquer miséria, e nunca enfrentei qualquer dificuldade.” »[5]

Se você entrar no Paraíso viverá uma vida muito feliz sem doenças, dor, tristeza ou morte; Deus estará satisfeito com você; e você viverá lá para sempre. Deus disse no Alcorão:

« Mas aqueles que crêem e fazem boas obras, Nós os admitiremos nos jardins (Paraíso) nos quais correm os rios, habitando lá para sempre... » (Alcorão 4:57)



Footnotes:

[1] Narrado em Saheeh Al-Bukhari, 1, e Saheeh Muslim, #186.

[2] Narrado em Saheeh Al-Bukhari, 2, e Mosnad Ahmad #10832.

[3] Narrado em Saheeh Al-Bukhari, #6568, e Mosnad Ahmad, #13368.

[4] Narrado em Saheeh Muslim, #2825, e Mosnad Ahmad, #8609.

[5] Narrado em Saheeh Muslim, #2807, e Mosnad Ahmad, #12699.

Pobre Melhor

Adicione um comentário

  • (Não é mostrado ao público)

  • Seu comentário será analisado e publicado dentro de 24 horas.

    Campos marcados com um asterisco (*) são obrigatórios.

Outros Artigos na Mesma Categoria

Mais visualizados

Diariamente
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
Total
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)

Favorito del editor

(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)

Listar conteúdo

Desde sua última visita
Esta lista no momento está vazia.
Todos por data
(Leia mais...)
(Leia mais...)

Mais populares

Melhores classificados
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
Mais enviados por email
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
Mais impressos
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
Mais comentados
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)

Seus Favoritos

Sua lista de favoritos está vazia. Você pode adicionar artigos a esta lista usando as ferramentas do artigo.

Sua História

Sua história está vazia.