El artículo / video que has solicitado no existe todavía.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

L'articolo / video che hai richiesto non esiste ancora.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

요청한 문서 / 비디오는 아직 존재하지 않습니다.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

המאמר / הסרטון שביקשת אינו קיים עדיין.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

El artículo / video que has solicitado no existe todavía.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

L'articolo / video che hai richiesto non esiste ancora.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

요청한 문서 / 비디오는 아직 존재하지 않습니다.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

המאמר / הסרטון שביקשת אינו קיים עדיין.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

A Busca por Paz Interior (parte 4 de 4): Paz Interior é alcançada pela submissão a Deus

Classificação:   
Tamanho da fonte:

Descrição: A verdadeira paz interior é alcançada pela submissão a Deus Todo-Poderoso, vivendo essa vida por Ele, recordando Dele e fazendo da Vida Futura uma prioridade em relação a essa vida.

  • Por Dr. Bilal Philips (transcrito por Abu Uthman de uma áudio-conferência)
  • Publicado em 09 Mar 2009
  • Última modificação em 18 Mar 2009
  • Impresso: 824
  • Visualizado: 15007 (média diária: 4)
  • Classificação: 4 de 5
  • Classificado por: 4
  • Enviado por email: 4
  • Comentado em: 0

Temos que ter em mente que as pessoas não levarão nada desse mundo exceto o que Deus já escreveu para elas.   Depois de toda a correria, de ficar acordado até tarde da noite, ser um viciado em trabalho, uma pessoa só terá o que Deus já destinou para ela.  O Profeta, que Deus eleve seu nome, disse:

Quem estabelecer a Outra Vida como seu objetivo, Deus tratará de seus assuntos, dará riqueza (de fé) no coração e o mundo virá para ele de forma relutante e submissa.” (Ibn Maajah, Ibn Hibbaan)

Essa pessoa alcança a riqueza do coração.  A riqueza não se trata de ter muitos bens, mas ter prosperidade do coração e o que é prosperidade do coração?  É contentamento, e é dele que vem a paz, quando uma pessoa se submete a Deus e isso é Islã.

A paz interior é aceitar o Islã em nossos corações e viver pelos princípios do Islã.  Então Deus colocará prosperidade no coração de uma pessoa e esse mundo virá a ela de forma submissa, de joelhos e humilhado.  A pessoa não terá que persegui-lo.

Essa é a Promessa do Profeta se uma pessoa colocar “as primeiras coisas primeiro” e isso é a Outra Vida.  Se for o Paraíso que queremos então isso deve se manifestar em nossas vidas, deve ser o ponto de nosso foco, o que mantemos em primeiro plano.

Então como sabemos quando o Paraíso é nosso foco?  Se sentarmos com uma pessoa e tudo que conversarmos a respeito for os últimos modelos de carros, casas caras, viagens e feriados e dinheiro, se a maioria de nossas conversas é sobre coisas materiais ou é fofoca, falar sobre essa ou aquela pessoa, então significa que o Paraíso não é nosso foco.  Se o Paraíso for nosso foco então ele se refletiria em nossa conversa.  Esse é um nível muito básico através do qual podemos nos avaliar, então devemos parar e nos perguntar: “Falando sobre o quê gastamos a maior parte do nosso tempo”?

Se descobrirmos que nossa prioridade é esse mundo, então precisamos focar novamente, precisamos colocar “as primeiras coisas primeiro”, o que significa que o Paraíso antes da vida desse mundo, e se fizermos isso poderemos alcançar a paz interior. Deus nos informou disso no Alcorão, um passo preciso para atingir a paz interior e Deus diz:

“De fato, é na recordação de Deus que o coração encontra tranquilidade.” (Alcorão 13:28)

Então, apenas através da recordação de Deus o coração encontra tranquilidade.  Essa é a paz interior.  A recordação de Deus está em tudo que fazemos como muçulmanos.  O Islã é viver uma vida de recordação de Deus e Deus diz:

“Realize a oração para celebrar Meu nome...”   (Alcorão 20:14)

Tudo que fazemos (no Islã), como muçulmanos, envolve a recordação de Deus.  Deus diz:

“Dize: Minhas orações, minhas devoções, minha vida e minha morte pertencem a Deus, Senhor do Universo.” (Alcorão 6:162)

Então, aqui está a forma de alcançar a paz interior, recordar de Deus em todos os aspectos de nossas vidas.

Essa recordação (dhikr) não é o que algumas pessoas pensam, ou seja, sentar no canto de um quarto escuro repetindo constantemente “Allah, Allah, Allah...”. Não é assim que nos recordamos de Deus.  Sim, essa pessoa está dizendo o no me de Deus, mas se pensarmos sobre isso, se alguém vier a você (e, por exemplo, seu nome for Muhammad) e continuar dizendo “Muhammad, Muhammad, Muhammad...” você se perguntaria o que há de errado com essa pessoa.  Ela quer alguma coisa?  Há algo que ela precisa?  Qual o propósito de repetir meu nome sem falar mais nada?

Essa não é a forma de recordar de Deus porque não era assim que o Profeta recordava de Deus e não existe registro dele fazer isso.  Algumas pessoas dizem que devemos recordar de Deus dançando ou balançando de um lado para outro.  Essa não é a forma de recordar de Deus, porque não era assim que o Profeta recordava de Deus e não existe registro dele fazer isso.

O Profeta se recordou de Deus em sua vida.  Sua vida foi uma vida de recordação de Deus, ele viveu uma vida na recordação de Deus e essa é a verdadeira recordação, em nossas orações e nossa vida e nossa morte.

Em resumo, a busca por paz interior envolve reconhecer os problemas que temos em nossas vidas, reconhecer nossos obstáculos, reconhecer que a paz interior virá somente quando identificarmos aqueles obstáculos e compreender quais deles podemos mudar, e que focando naqueles obstáculos podemos mudar os que são relacionados ao nosso eu.

Se mudarmos o nosso eu, então Deus mudará o mundo à nossa volta e nos dará os meios para lidar com ele.  Mesmo que o mundo esteja em desordem, Deus nos dará paz interior.

O que quer que aconteça sabemos que é o destino de Deus, que são os testes de Deus e que, em última instância, são para o nosso bem e existe um bem nisso.  Deus nos criou nesse mundo e o mundo é um meio de alcançar o Paraíso. Os testes desse mundo são nosso crescimento espiritual.  Se pudermos aceitar tudo isso, aceitar Deus em nossos corações, então podemos alcançar paz interior.

Partes deste Artigo

Visualizar todas as partes juntas

Adicione um comentário

Outros Artigos na Mesma Categoria

Mais visualizados

DAILY
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
TOTAL
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)

Favorito del editor

Listar Artigos

Desde sua última visita
Esta lista no momento está vazia.
Todos por data
(Leia mais...)
(Leia mais...)

Mais Populares

Melhores classificados
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
Mais enviados por email
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
Mais impressos
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
Mais comentados
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)

Seus Favoritos

Sua lista de favoritos está vazia.  Você pode adicionar artigos a esta lista usando as ferramentas do artigo.

Sua História

Sua história está vazia.

View Desktop Version