Статьи / видео вы запросили еще не существует.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

あなたが要求した記事/ビデオはまだ存在していません。

The article/video you have requested doesn't exist yet.

L'articolo / video che hai richiesto non esiste ancora.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

आपके द्वारा अनुरोधित लेख/वीडियो अभी तक मौजूद नहीं है।

The article/video you have requested doesn't exist yet.

Makala/video uliyoomba bado haipo.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

요청한 문서 / 비디오는 아직 존재하지 않습니다.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

המאמר / הסרטון שביקשת אינו קיים עדיין.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

Статьи / видео вы запросили еще не существует.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

L'articolo / video che hai richiesto non esiste ancora.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

आपके द्वारा अनुरोधित लेख/वीडियो अभी तक मौजूद नहीं है।

The article/video you have requested doesn't exist yet.

Makala/video uliyoomba bado haipo.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

요청한 문서 / 비디오는 아직 존재하지 않습니다.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

המאמר / הסרטון שביקשת אינו קיים עדיין.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

Hinduísmo (parte 2 de 4): Idolatria e reencarnação

Classificação:
Tamanho da fonte:

Descrição: Duas grandes diferenças entre o Hinduísmo e o Islã.

  • Por Aisha Stacey (© 2014 IslamReligion.com)
  • Publicado em 02 Jun 2014
  • Última modificação em 02 Jun 2014
  • Impresso: 36
  • Visualizado: 15210 (média diária: 5)
  • Classificação: sem comentários
  • Classificado por: 0
  • Enviado por email: 0
  • Comentado em: 0

Hinduism2.jpgO Hinduísmo é a terceira maior religião no mundo.  Existem aproximadamente 950 milhões de seguidores, a maioria deles na Índia ou Nepal.  O centro da adoração hindu é a imagem, ou ícone, e o centro da crença hindu é o conceito de renascimento ou reencarnação.  Essas duas convicções fundamentais colocam, de certa forma, o Hinduísmo e o Islã em polos opostos.

Monoteísmo versus politeísmo

A crença mais fundamental no Islã é o conceito de Deus Único.  Não tem parceiros, filhos, filhas ou intermediários.  Não tem parceiros ou subalternos; portanto, não existem semideuses ou deidades menores inerentes no conceito de Deus.   Ele não é parte de Sua criação e Deus não está em todos e em todas as coisas. Orar para imagens, ícones, estátuas, animais ou pedras é um pecado grave.  Acreditar que alguém ou algo além de Deus é capaz de afetar sua vida ou futuro é um pecado grave.  Adorar algo ou alguém junto com ou em substituição a Deus e não se arrepender sinceramente antes da morte é considerado o único pecado imperdoável no Islã.  A crença em mais de um deus é chamada de politeísmo e o monoteísmo puro do Islã se opõe diretamente a ela.

O politeísmo é a adoração de muitos deuses, semideuses ou deidades e no mundo moderno é sintetizado nas religiões orientais, particularmente o Hinduísmo. Os hindus acreditam que tudo é deus ou contém a energia de deus e, portanto, é merecedor de adoração, seja ícones ou símbolos ou a própria natureza.  As múltiplas cabeças ou membros geralmente vistos na iconografia hindu representam a onisciência ou onipotência divina e o uso de animais representam as qualidades associadas com aquele animal em particular, como sabedoria, agilidade ou poder.  Não é difícil ver que a idolatria embutida em todos os ramos do Hinduísmo está muito distante das crenças do Islã. 

Reencarnação

Centenas de milhões de pessoas em todo o mundo acreditam em reencarnação ou renascimentos cíclicos baseados na transmigração da alma humana de um corpo físico para outro.  Uma das crenças no Hinduísmo e que a alma reencarna várias vezes até se tornar perfeita e reunir com a fonte - Bramam.  A alma entra em muitos corpos, assume muitas formas, vive muitas vidas e tem muitas experiências. 

Assim como um homem descarta roupas desgastadas e coloca novas, a alma descarta corpos e coloca novos.  (2.22 Bhagavad gita.)

A reencarnação é refutada por todas as principais religiões monoteístas do mundo.  A reencarnação é contra o ensinamento básico de que a alma habita um corpo humano, cuja vida é finita e que, no final, será julgada e punida ou recompensada de acordo.  A religião do Islã inequivocamente rejeita o conceito de reencarnação. 

(Quanto a eles, seguirão sendo idólatras) até que, quando a morte surpreender algum deles, este dirá: Ó Senhor meu, mande-me de volta (à terra), a fim de eu praticar o bem que negligenciei! Pois sim! Tal será a frase que dirá! E ante eles haverá uma barreira, que os deterá até ao dia em que forem ressuscitados. (Alcorão 23:99-100)

As palavras de Deus no Alcorão são claras.   Quando uma pessoa morre, é incapaz de retornar para sua antiga vida. A alma fica no túmulo e a pessoa experimenta o tormento ou bênção com base em suas crenças e atos até o Dia do Juízo.  O Islã ensina que o propósito da vida é adorar Deus, não importa o quão curta ou longa a vida possa ser.  A alma é parte de cada indivíduo criado único, não se move de um corpo para outro e nunca se tornará parte de Deus, que é separado de Sua criação.  As razões pelas quais seres humanos não são enviados ao mundo repetidamente também é explicada no Alcorão, quando Deus diz que se isso acontecesse fariam as mesmas coisas e cometeriam os mesmos pecados. 

“No entanto, ainda que fossem devolvidos (à vida terrena), certamente reincidiriam em lançar mão de tudo quanto lhes foi vedado.”  (Alcorão 6:28)

O Hinduwebsite[1] explica o processo de reencarnação da seguinte forma:  “O Hinduísmo fala da existência de céus acima e infernos abaixo.  Os primeiros são cheios de sol, habitados por deuses e inumeráveis almas divinas.  Os últimos são mundos das trevas habitados por todas as forças demoníacas e das trevas.  As almas individuais entram nesses mundos de acordo com suas ações.  Mas não ficam lá permanentemente até o dia da destruição.  Vão para lá basicamente como consequência de suas ações, seja para se divertir ou para sofrer.  Em qualquer caso aprendem a lição e voltam para a terra para começar novamente uma nova vida terrena.”

O Islã, por outro lado, afirma categoricamente que a alma não pode se separar de um corpo especialmente projetado e se mudar para outro corpo, ou subir e descer em uma cadeia de mundos, céus e infernos.   Para a nossa vida nessa terra a alma e o corpo se pertencem, não podem ser misturados e combinados.   Há apenas uma alma para um corpo que será recompensada ou punida no Dia do Juízo, para habitar para sempre no Paraíso ou no Inferno.  Isso está em contraste gritante com o Hinduísmo, onde o céu e o inferno são moradas temporárias e uma alma recupera a liberdade repetidamente até que alcance a autorrealização ou se una com a força eterna da vida.

O Hinduísmo é um grupo de tradições religiosas estabelecidas durante um longo período de tempo.  Existem muitas formas diferentes de adoração, às vezes a deidades pessoais, às vezes em casa e outras vezes em um templo.  Os hindus acreditam que existem muitos caminhos para muitos deuses diferentes, mas todos eles levam à força eterna da vida ou Bramam.  O Islã, entretanto, ensina que não há verdadeira divindade, exceto Allah.  E nada é semelhante a Ele, como diz Deus:

Nada é igual a Ele, e Ele é Ouniouvinte, Onividente. (Alcorão 42:11)

 



Notas de rodapé:

[1] http://www.hinduwebsite.com/reincarnation.asp

Partes deste Artigo

Visualizar todas as partes juntas

Adicione um comentário

Mais visualizados

Diariamente
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
Total
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)

Favorito del editor

(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)

Listar Artigos

Desde sua última visita
Esta lista no momento está vazia.
Todos por data
(Leia mais...)
(Leia mais...)

Mais Populares

Melhores classificados
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
Mais enviados por email
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
Mais impressos
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
Mais comentados
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)

Seus Favoritos

Sua lista de favoritos está vazia.  Você pode adicionar artigos a esta lista usando as ferramentas do artigo.

Sua História

Sua história está vazia.

View Desktop Version