Статьи / видео вы запросили еще не существует.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

あなたが要求した記事/ビデオはまだ存在していません。

The article/video you have requested doesn't exist yet.

L'articolo / video che hai richiesto non esiste ancora.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

요청한 문서 / 비디오는 아직 존재하지 않습니다.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

המאמר / הסרטון שביקשת אינו קיים עדיין.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

Статьи / видео вы запросили еще не существует.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

L'articolo / video che hai richiesto non esiste ancora.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

요청한 문서 / 비디오는 아직 존재하지 않습니다.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

המאמר / הסרטון שביקשת אינו קיים עדיין.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

Estamos sozinhos? (parte 2 de 3): Quem éSatanás?

Classificação:
Tamanho da fonte:

Descrição:  Satanás (Shaytan) foi a causa do primeiro pecado cometido e até hoje instiga as pessoas à descrença, opressão e transgressão.

  • Por Aisha Stacey (© 2013 IslamReligion.com)
  • Publicado em 01 Jul 2013
  • Última modificação em 01 Jul 2013
  • Impresso: 67
  • Visualizado: 10569 (média diária: 5)
  • Classificação: sem comentários
  • Classificado por: 0
  • Enviado por email: 0
  • Comentado em: 0

Satanás (Shaytan) é um dos gênios?[1]  Satanás, Shaytan, o demônio, Íblis, a personificação do mal, é conhecido por muitos nomes.  Os cristãos geralmente o chamam de Satanás; para os muçulmanos ele é conhecido como Shaytan.  Ele nos é apresentado na história de Adão e Eva e embora as tradições cristãs e islâmicas tenham muito em comum existem diferenças gritantes.

A história de Adão e Eva é bem conhecida e um relato detalhado da versão islâmica pode ser encontrada nesse website.[2] O Alcorão e as tradições do profeta Muhammad, que Deus o exalte, de forma alguma indicam que Satanás apareceu para Adão e Eva em forma de cobra ou serpente.  Nem indicam que Eva era a mais fraca dos dois e que tentou Adão para desobedecer a Deus.  A realidade era que Adão e Eva não tinham experiência em relação aos sussurros e estratagemas de Satanás e suas relações com ele permanecem como uma lição vital para toda a humanidade.

Satanás ficou com ciúme de Adão e se recusou a obedecer o comando de Deus para se prostrar perante ele. Deus nos fala sobre isso no Alcorão:

"Todos os anjos se prostraram unanimemente,   Menos Lúcifer, que se negou a ser um dos prostrados.  Deus disse: "Ó Lúcifer! O que foi que te impediu de seres um dos prostrados?  Lúcifer respondeu: É inadmissível que me prostre ante um ser que criaste de argila, de barro modelável.  Deus disse: Vai-te daqui (do Paraíso), porque és maldito!    E a maldição pesará sobre ti até o Dia do Juízo." (Alcorão 15:30-35)

Satanás era arrogante na época e é arrogante agora.  Seu voto daquele momento em diante foi desencaminhar e iludir Adão, Eva e seus descendentes.  Quando foi expulso do Paraíso, Satanás fez uma promessa a Deus que se fosse mantido vivo até o Dia do Juízo, faria o máximo para desencaminhar a humanidade.  Satanás é astucioso e inteligente e compreende muito bem a fraqueza dos seres humanos; reconhece seus amores e desejos e emprega todos os tipos de truques e ilusões para os afastar do caminho da retidão.  Começou a fazer o pecado atraente para a humanidade e a tentou com coisas maléficas e ações imorais.  

"O próprio Lúcifer confirmou que havia pensado certo a respeito deles - eles o seguiram, exceto uma parte dos crentes." (Alcorão 34:21)

Em árabe a palavra shaytan pode se referir a qualquer criatura arrogante ou insolente e se aplica a essa criatura em particular por causa de sua insolência e rebelião em relação a Deus.  Satanás (Shaytan) é um gênio, uma criatura que pode pensar, raciocinar e tem livre arbítrio.  Está desesperado porque entende o significado pleno de ter a misericórdia de Deus negada.  Satanás prometeu não habitar as profundezas do inferno sozinho; seu desejo era levar tantos humanos quanto pudesse com ele. 

"Lúcifer respondeu: Atenta para este, que preferiste a mim! Juro que se me tolerares até o Dia da Ressurreição, salvo uns poucos, apossar-me-ei da sua descendência!"  (Alcorão 17:62)

Deus nos avisa em relação à inimizade de Satanás no Alcorão.  Ele é capaz de enganar, desencaminhar e ludibriar as pessoas com facilidade.  É capaz de fazer o pecado parecer um portal para o paraíso e a menos que cada pessoa seja cuidadosa, pode ser facilmente ludibriada. Deus, Todo-Poderoso, diz:

"Ó Filhos de Adão,  que Satanás não vos seduza." (Alcorão 7:27)

"Posto que Satanás é vosso inimigo, tratai-o, pois como inimigo." (Alcorão 35:6)

"Porém, quem tomar Satanás por protetor, em vez de Deus, Ter-se-á perdido manifestamente." (Alcorão 4:119)

Como discutido, o objetivo final de Satanás é afastar as pessoas do paraíso, mas também tem objetivos de curto prazo.  Tenta levar as pessoas para a idolatria e o politeísmo.  As instiga a cometer pecados e atos de desobediência.  É correto dizer que todo ato de desobediência que é odiado por Deus é amado por Satanás, que ama a imoralidade e o pecado.  Ele sussurra nos ouvidos dos crentes, perturba a oração e a lembrança de Deus e enche nossas mentes com assuntos sem importância.  Ibn ul Qayyim disse: "Um dos seus estratagemas é que ele sempre enfeitiça as mentes das pessoas até que sejam enganadas, torna atraente para a mente aquilo que a prejudicará." 

Se gastar de sua fortuna em caridade ficará pobre, diz ele. Migrar pela causa de Deus levará à solidão, sussurra.  Satanás semeia inimizade entre as pessoas, instila dúvida nas mentes das pessoas e provoca divergências entre marido e esposa.  Tem uma grande experiência no ramo do engano.  Tem trapaças e tentações, suas palavras são suaves e instigantes e tem exércitos de ajudantes tanto entre os humanos quanto entre os gênios.  Embora, como discutimos no último artigo, existam crentes entre os gênios, a vasta maioria é trapaceira ou malfeitora.  Trabalham de forma voluntária e feliz com Satanás para assustar, trapacear e, por fim, destruir os verdadeiros crentes em Deus.

No próximo artigo discutiremos onde os gênios congregam, como reconhecem seus sinais e como nos protegermos e às nossas famílias de suas trapaças. 



Footnotes:

[1] Al Ashqar, U.  (2003).  The World of Jinn and Devils (O mundo dos gênios e demônios).  Islamic Creed Series.  International Islamic Publishing House: Riyadh.  & Sheikh ibn Al Qayyim em Ighaathat al Lahfaan.

[2] http://www.islamreligion.com/articles/1190/

Partes deste Artigo

Visualizar todas as partes juntas

Adicione um comentário

Outros Artigos na Mesma Categoria

Mais visualizados

DAILY
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
TOTAL
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)

Favorito del editor

Listar Artigos

Desde sua última visita
Esta lista no momento está vazia.
Todos por data
(Leia mais...)
(Leia mais...)

Mais Populares

Melhores classificados
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
Mais enviados por email
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
Mais impressos
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
Mais comentados
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)

Seus Favoritos

Sua lista de favoritos está vazia.  Você pode adicionar artigos a esta lista usando as ferramentas do artigo.

Sua História

Sua história está vazia.

View Desktop Version