The article/video you have requested doesn't exist yet.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

요청한 문서 / 비디오는 아직 존재하지 않습니다.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

המאמר / הסרטון שביקשת אינו קיים עדיין.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

요청한 문서 / 비디오는 아직 존재하지 않습니다.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

המאמר / הסרטון שביקשת אינו קיים עדיין.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

A Jornada para a Outra Vida (parte 3 de 8): O Crente no Dia do Juízo

Classificação:
Tamanho da fonte:

Descrição: Como os crentes experimentarão o Dia do Juízo, e algumas das qualidades do crente que facilitarão sua passagem pelos portões do Paraíso.

  • Por IslamReligion.com (co-author Abdurrahman Mahdi)
  • Publicado em 09 Mar 2009
  • Última modificação em 22 Jun 2010
  • Impresso: 441
  • Visualizado: 20113 (média diária: 5)
  • Classificação: sem comentários
  • Classificado por: 0
  • Enviado por email: 0
  • Comentado em: 0

O Dia do Juízo

“Nesse Dia, o homem fugirá do seu irmão, da sua mãe e do seu pai, da sua esposa e dos seus filhos.  Porque nesse dia, a cada qual bastará a preocupação consigo mesmo.” (Alcorão 80:34-37)

A Hora da Ressurreição será um evento aterrador e esmagador.  Ainda assim, apesar do seu trauma, o crente estará em êxtase, assim como o Profeta Muhammad, que Deus o exalte, relatou de seu Senhor:

Deus diz, “Por Minha Glória e Majestade, Eu não darei ao Meu servo duas seguranças e dois terrores.  Se ele se sente seguro de Mim no mundo[1], Eu instilarei o temor nele no Dia em que reunirei Meus servos; e se ele Me teme no mundo, Eu o farei sentir seguro no Dia em que reunirei Meus servos.”[2]

“Não é, acaso, certo que os diletos de Deus jamais serão presas do temor, nem se atribularão? Estes são os crentes e são tementes.  Obterão alvíssaras de boas novas na vida terrena e na outra; as promessas de Deus são imutáveis.   Tal é o magnífico benefício.” (Alcorão 10:62-64)

Quando todos os humanos criados forem reunidos para se apresentarem nus e não circuncisados em uma grande planície sob o calor escaldante do Sol, uma elite de homens e mulheres piedosos terão a sombra do Trono de Deus.  O Profeta Muhammad previu quem essas almas afortunadas serão, no Dia em que não haverá nenhuma sombra:[3]

·        um governante justo que não abusou de seu poder, mas estabeleceu a justiça divinamente revelada entre as pessoas.

·        um homem jovem que cresceu na adoração de seu Senhor e controlou seus desejos para permanecer casto

·        aqueles cujos corações estavam ligados às mesquitas, desejando retornar toda vez que as deixavam

·        aqueles que amavam uns aos outros em nome de Deus

·        aqueles que foram tentados por belas mulheres sedutoras, mas seu temor a Deus os preveniu de pecar

·        aquele que despendeu sinceramente pela causa de Deus, mantendo a sua caridade em segredo.

·        aquele que chorava solitariamente por temor a Deus

Atos específicos de adoração também manterão as pessoas seguras naquele dia:

·        esforços nesse mundo para aliviar os sofrimentos dos aflitos, ajudar os necessitados e deixar passar os erros de outros aliviarão a própria aflição no Dia do Juízo[4]

·        a leniência em relação aos endividados[5]

·        os justos que são razoáveis com suas famílias e questões confiadas a eles[6]

·        aquele que controla a sua raiva[7]

·        quem quer que faça a chamada para a oração[8]

·        aquele que envelheceu no Islã[9]

·        a realização da ablução ritual (wudu’) de forma regular e correta[10]

·        os que lutaram ao lado de Jesus, filho de Maria, contra o Anticristo e seu exército[11]

·        os mártires

Deus trará o crente para perto de Si, o abrigará, cobrirá, e o perguntará sobre seus pecados.  Após reconhecer seus pecados ele acreditará que está condenado, mas Deus dirá:

“Eu ocultei seu pecado no mundo, e Eu o perdôo por ele nesse Dia.”

Ele será advertido por suas falhas,[12] mas depois receberá seu registro de boas ações em sua mão direita.[13]

“Quanto àquele a quem for entregue o registro na mão direita, será julgado com doçura e retornará, regozijado, aos seus.” (Alcorão 84:7-8)

Feliz ao olhar para seu registro, ele anunciará sua alegria:

“Então, aquele a quem for entregue o seu registro, na mão direita, dirá; ‘Ei-lo aqui! Lede o meu registro;  Sempre soube que prestaria contas!’  E ele gozará de uma vida prazenteira, em um jardim sublime, cujos frutos estarão ao seu alcance.  (E será dito àqueles que lá entrarem): ‘Comei e bebei com satisfação, pelo bem que propiciastes em dias pretéritos!’” (Alcorão 69:19-24)

O registro das boas ações será então pesado, literalmente, para determinar se excede o registro de más ações, e a recompensa ou punição será aplicada de acordo. 

“E instalaremos as balanças da justiça para o Dia da Ressurreição. Nenhuma alma será defraudada no mínimo que seja;   mesmo se for do peso de um grão de mostarda, tê-lo-emos em conta.  Bastamos Nós por cômputo.” (Alcorão 21:47)

“Quem tiver feito o bem, quer seja do peso de um átomo, vê-lo-á (os bons frutos de seu trabalho).” (Alcorão 99:7)

“O que terá mais peso na Balança de uma pessoa no Dia da Ressurreição [depois do testemunho de fé] será boas maneiras, e Deus odeia uma pessoa obscena e imoral.” (Al-Tirmidhi)

Os crentes saciarão sua sede em um reservatório especial dedicado ao Profeta Muhammad.  Quem quer que beba dele nunca experimentará sede novamente.  Sua beleza, imensidão, doçura e excelente sabor foram descritos em detalhes pelo Profeta.

Os crentes no Islã – tanto os pecadores quanto os piedosos – assim como os hipócritas, serão deixados em uma grande planície depois dos descrentes serem levados para o Inferno.  Uma grande ponte atravessando o Inferno e envolta em escuridão os separará do Paraíso.[14]  Os crentes receberão força e conforto em sua rápida travessia sobre o fogo estrondoso do Inferno e terão a ‘luz’ que Deus colocará à sua frente, guiando-os para sua eterna morada:

“(Será) o dia em que verás (ó Muhammad) os crentes e as crentes com a luz a se irradiar, ante eles, pela sua crença. Nesse dia vos alvissaremos com jardins, abaixo dos quais correm os rios, onde morareis eternamente.  Tal é o magnífico benefício.” (Alcorão 57:12)

Finalmente, após cruzar a ponte, o crente será purificado antes de entrar no Paraíso.  Todas as ofensas entre os crentes serão resolvidas para que nenhum homem nutra ressentimento em relação a outro.[15]



Footnotes:

[1] No sentido de que ele não teme a punição de Deus e assim comete pecados.

[2] Silsila Al-Saheehah.

[3] Saheeh Al-Bukhari.

[4] Saheeh Al-Bukhari.

[5] Mishkat.

[6] Saheeh Muslim.

[7] Musnad.

[8] Saheeh Muslim.

[9] Jami al-Sagheer.

[10] Saheeh Al-Bukhari.

[11] Ibn Majah.

[12] Mishkat.

[13] Saheeh Al-Bukhari. Um sinal de que eles são dos habitantes do Paraíso, em oposição àqueles que receberão seus registros em suas mãos esquerdas ou atrás de suas costas.

[14] Saheeh Muslim.

[15] Saheeh Al-Bukhari.

Partes deste Artigo

Visualizar todas as partes juntas

Adicione um comentário

Outros Artigos na Mesma Categoria

Mais visualizados

DAILY
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
TOTAL
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)

Favorito del editor

Listar Artigos

Desde sua última visita
Esta lista no momento está vazia.
Todos por data
(Leia mais...)
(Leia mais...)

Mais Populares

Melhores classificados
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
Mais enviados por email
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
Mais impressos
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
Mais comentados
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)

Seus Favoritos

Sua lista de favoritos está vazia.  Você pode adicionar artigos a esta lista usando as ferramentas do artigo.

Sua História

Sua história está vazia.

View Desktop Version