El artículo / video que has solicitado no existe todavía.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

Der Artikel / Video anzubieten existiert noch nicht.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

あなたが要求した記事/ビデオはまだ存在していません。

The article/video you have requested doesn't exist yet.

L'articolo / video che hai richiesto non esiste ancora.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

요청한 문서 / 비디오는 아직 존재하지 않습니다.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

המאמר / הסרטון שביקשת אינו קיים עדיין.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

El artículo / video que has solicitado no existe todavía.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

Der Artikel / Video anzubieten existiert noch nicht.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

L'articolo / video che hai richiesto non esiste ancora.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

요청한 문서 / 비디오는 아직 존재하지 않습니다.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

המאמר / הסרטון שביקשת אינו קיים עדיין.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

Fraude e Engodo

Classificação:   
Tamanho da fonte:

Descrição: O Islã proíbe de forma absoluta a fraude e o engodo envolvendo muçulmanos ou não muçulmanos.  Os severos avisos do Profeta da Misericórdia àqueles que se utilizam da fraude.

  • Por IslamReligion.com
  • Publicado em 24 May 2010
  • Última modificação em 04 Jul 2010
  • Impresso: 142
  • Visualizado: 4548 (média diária: 1)
  • Classificação: 3.9 de 5
  • Classificado por: 7
  • Enviado por email: 2
  • Comentado em: 0

A fraude e o engodo são características desprezíveis que são indignas de uma pessoa decente.  Distorcer a verdade intencionalmente para desorientar outros contradiz os valores de honestidade, que requer uma atitude de sinceridade, franqueza e justiça e não deixa espaço para fraude, mentira, trapaça ou artifícios.  Existem muitos textos do Alcorão e da Sunnah transmitindo o significado que a fraude é proibida, independente dos alvos serem muçulmanos ou não muçulmanos.

Aceitar a orientação do Islã leva uma pessoa à veracidade, o que significa que a pessoa evita completamente fraudar, enganar e caluniar.  O Profeta do Islã disse:

“Quem portar armas contra nós não é um de nós e quem nos fraudar não é um de nós.” (Saheeh Muslim)

De acordo com outro relato, o Profeta passou por uma pilha de alimentos no mercado.  Ele colocou sua mão dentro e sentiu umidade, embora a superfície estivesse seca.  Ele disse:

“’Ó dono do alimento, o que é isso?’

O homem disse: ‘Foi estragado pela chuva, Ó Mensageiro de Deus.’

Ele disse: ‘Por que você não colocou o alimento estragado pela chuva em cima, para que as pessoas pudessem ver?!  Quem nos engana não é um de nós.’” (Saheeh Muslim)

A sociedade muçulmana é baseada na pureza de sentimento, amor, sinceridade em relação a todo muçulmano e cumprimento de promessas a todo membro da sociedade.  Seus membros são dotados com piedade, veracidade e lealdade.  Fraude e engodo são características discrepantes em contraste com o caráter nobre de um verdadeiro muçulmano.  Não há espaço nela para trapaceiros, embusteiros, malandros ou traidores.

O Islã vê a fraude e o engodo como pecados abomináveis, uma fonte de vergonha para aquele que os cometem, tanto nesse mundo quanto no outro.  O Profeta, que a misericórdia e bênçãos de Deus estejam sobre ele, não meramente os denunciava excluindo-os da comunidade muçulmana nesse mundo, mas também anunciou que no Dia do Juízo todo traidor será ressuscitado levando a bandeira de sua traição.  Um chamador anunciará da vasta arena do julgamento, apontando e chamando atenção para ele:

“Todo traidor terá um estandarte no Dia da Ressurreição que dirá: Esse é o traidor de fulano.” (Saheeh Al-Bukhari)

A vergonha dos traidores – homens e mulheres – será imensa.  Aqueles que pensaram que sua traição seria esquecida a encontrarão exposta para que todos a vejam nos estandartes levados por suas próprias mãos!

Sua vergonha aumentará ainda mais quando encontrarem com o Profeta da Misericórdia, o advogado dos pecadores naquele Dia aterrorizante e horrível.  Seu crime é tamanha que os privará da misericórdia divina e da intercessão do Profeta.  O Profeta do Islã disse:

“Deus disse: Existem três a quem Me oporei no Dia da Ressurreição: um homem que deu sua palavra e a traiu; um homem que vendeu um homem livre como escravo e manteve o dinheiro; e um homem que contratou alguém se beneficiou de seu trabalho e não pagou seus serviços.” (Saheeh Al-Bukhari)

Devemos nos manter afastados das várias formas de fraude e engodo presentes na sociedade de hoje.  A fraude é comum em provas, transações de negócios e até entre cônjuges e pessoas queridas.  Colocar uma identificação em produtos domésticos para fazê-los parecer importados é um tipo de fraude.  Algumas pessoas dão conselhos errados quando alguém pede suas opiniões e com isso enganam a pessoa que acredita que está obtendo um bom conselho.  Um funcionário deve fazer o serviço para o qual é pago sem qualquer fraude ou engodo.  Governantes fraudam votações para ganhar eleições e enganam a nação inteira.  A traição entre cônjuges que têm casos extraconjugais se prolifera na sociedade moderna.  Um muçulmano deve se valorizar muito para não estar entre os que fraudam ou enganam e cair na categoria de hipócritas sobre quem o Profeta disse:

“Existem quatro características e quem tiver todas elas é um verdadeiro hipócrita e quem tiver uma delas tem uma das características de um hipócrita até que abra mão dela: quando confiam nele, trai; quando fala, mente; quando faz uma promessa, não a cumpre; e quando se envolve em uma disputa, recorre à calúnia.” (Saheeh Al-Bukhari, Saheeh Muslim)

Sendo assim, um muçulmano que tem verdadeiras características islâmicas evita o engodo, a fraude, a deslealdade e a mentira independente dos benefícios ou lucros que essas atividades possam lhe trazer, porque o Islã considera hipócritas os culpados desses atos.

Adicione um comentário

Outros Artigos na Mesma Categoria

Mais visualizados

DAILY
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
TOTAL
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)

Favorito del editor

Listar Artigos

Desde sua última visita
Esta lista no momento está vazia.
Todos por data
(Leia mais...)
(Leia mais...)

Mais Populares

Melhores classificados
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
Mais enviados por email
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
Mais impressos
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
Mais comentados
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)

Seus Favoritos

Sua lista de favoritos está vazia.  Você pode adicionar artigos a esta lista usando as ferramentas do artigo.

Sua História

Sua história está vazia.

View Desktop Version