L'articolo / video che hai richiesto non esiste ancora.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

요청한 문서 / 비디오는 아직 존재하지 않습니다.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

המאמר / הסרטון שביקשת אינו קיים עדיין.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

L'articolo / video che hai richiesto non esiste ancora.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

요청한 문서 / 비디오는 아직 존재하지 않습니다.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

המאמר / הסרטון שביקשת אינו קיים עדיין.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

Uma Descrição do Inferno (parte 1 de 5): Introdução

Classificação:   
Tamanho da fonte:

Descrição: Os Nomes do Inferno, sua presença e perenidade, e seus guardiões.

  • Por IslamReligion.com
  • Publicado em 04 Jan 2009
  • Última modificação em 26 Feb 2017
  • Impresso: 460
  • Visualizado: 33321 (média diária: 9)
  • Classificação: 5 de 5
  • Classificado por: 2
  • Enviado por email: 1
  • Comentado em: 0

O Islã ensina que o Inferno é um lugar real preparado por Deus para aqueles que não crêem Nele, se rebelam contra Suas leis e rejeitam Seus mensageiros.  O Inferno é um lugar real, não um mero estado mental ou entidade espiritual.  Os horrores, dor, angústia e punição são todos reais, mas diferentes em natureza dos seus equivalentes terrenos.  O Inferno é a humilhação e perda supremas, e nada é pior que ele:

“Senhor nosso!  Por certo, aquele que Tu fazes entrar no Fogo, Tu, com efeito, o desgraça. E não há socorredores para os malfeitores.” (Alcorão 3:192)

“Não sabem eles que quem se opõe a Deus e Seu Mensageiro (Muhammad) certamente terá o Fogo para morar eternamente?  Essa é a extrema desgraça.” (Alcorão 9:63)

Os Nomes do Inferno

O Inferno tem nomes diferentes nos textos islâmicos.  Cada nome dá uma descrição separada.  Alguns de seus nomes são:

Jaheem – fogo - porque é um fogo incandescente.

Jahannam – Inferno – por causa da profundeza de seu poço.

Ladthaa – fogo incandescente – por causa de suas chamas.

Sa’eer – chama incandescente – porque sua chama é mantida acesa.

Saqar – por causa da intensidade de seu calor.

Hatamah – escombros – porque quebra e tritura tudo que é jogado nele.

Haawiyah – abismo – porque aquele que é jogado nele é jogado do topo.

Paraíso e Inferno Existem no Presente e são Eternos

O Inferno existe no presente momento e continuará a existir para sempre.  Ele nunca acabará e seus habitantes permanecerão nele para sempre.  A crença islâmica tradicional é de que ninguém sairá do Inferno, exceto os crentes pecadores que acreditaram na Unicidade de Deus nessa vida e acreditaram no profeta específico enviado para eles.  Os politeístas e descrentes morarão nele para sempre.  Essa crença tem sido mantida desde tempos clássicos e é baseada em versículos claros do Alcorão e relatos confirmados do Profeta do Islã.  O Alcorão fala do Inferno no tempo passado e afirma que ele já foi criado:

“E guardai-vos do Fogo, que é preparado para os descrentes.” (Alcorão 3:131)

O Profeta do Islã disse:

“Quando qualquer um de vocês morre, é mostrada sua posição (na Outra Vida) de manhã e à noite.  Se ele é uma das pessoas do Paraíso, é mostrado o lugar das pessoas do Paraíso.  Se ele é uma das pessoas do Inferno, é mostrado o lugar das pessoas do Inferno.  É dito, ‘essa é a sua posição, até Deus o ressuscitar no Dia do Juízo.’” (Saheeh Al-Bukhari, Saheeh Muslim)

Em outro relato, o Profeta disse:

“Por certo, a alma de um crente é um pássaro nas árvores do Paraíso, até que Deus a retorna ao seu corpo no Dia do Juízo.” (Muwatta de Malik)

Esses textos deixam claro que o Inferno e o Paraíso existem, e que as almas podem entrar neles antes do Dia do Juízo.  Falando da eternidade do Inferno, Deus diz:

“Eles desejarão sair do Fogo, e dele não sairão. E terão permanente castigo.” (Alcorão 5:37)

“...E eles nunca deixarão o Fogo.” (Alcorão 2:167)

“Por certo, aqueles que renegam a Fé e são injustos, não é admissível que Deus os perdoe nem os guie a caminho algum. Exceto ao caminho do Inferno, onde morarão eternamente.” (Alcorão 4:168-169)

“Por certo, Deus amaldiçoou os que renegam a Fé, e preparou—lhes um Fogo ardente, onde morarão eternamente.” (Alcorão 33:64)

“E quem desobedece a Deus e Seu Mensageiro, por certo, para ele é o fogo do Inferno, onde morará eternamente.” (Alcorão 72:23)

Os Guardiões do Inferno

Anjos poderosos e severos que nunca desobedecem a Deus guardam o Inferno.  Eles fazem precisamente o que lhes é ordenado.  Deus diz:

“Ó vós que credes, guardai-vos a vós mesmos e vossas famílias de um Fogo cujo combustível são homens e pedras; sobre ele haverá anjos irredutíveis e severos que não desobedecem as ordens que recebem de Deus e fazem exatamente como ordenados.” (Alcorão 66:6)

São dezenove guardiões do Inferno, como Deus diz:

“Breve fá-lo-ei queimar no Inferno.  E o que te fará entender o que é o Inferno?   Ele nada mantém e nada deixa.  Carbonizador da pele.  Sobre ele, há dezenove guardiões.” (Alcorão 74:26:30)

Não se deve pensar que os habitantes do Inferno serão capazes de superar os guardiões do Inferno porque são apenas dezenove deles.  Cada um deles tem força para subjugar toda a humanidade sozinho.  Esses anjos são chamados os Guardiões do Inferno por Deus no Alcorão:

“E os que estiverem no Fogo dirão aos Guardiões do Inferno, ‘Suplicai a vosso Senhor para nos aliviar o tormento por um dia!” (Alcorão 40:49)

O nome do líder dos anjos que guardam o Inferno é Malik, como mencionado no Alcorão:

“Certamente, os descrentes ficarão no tormento do Inferno para sempre.  (O tormento) não será aliviado, e eles ficarão mergulhados na destruição com arrependimentos profundos, tristezas e desespero.  Nós não fomos injustos com eles, mas eles foram malfeitores.  E eles clamarão: ‘Ó Malik! Deixe teu Senhor acabar conosco’. Ele dirá: ‘Por certo, aí morarás eternamente.’  Com efeito Nós trouxemos a verdade para vós, mas a maioria de vós odiou a Verdade.” (Alcorão 43:74-78)

Partes deste Artigo

Visualizar todas as partes juntas

Adicione um comentário

Outros Artigos na Mesma Categoria

Mais visualizados

DAILY
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
TOTAL
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)

Favorito del editor

Listar Artigos

Desde sua última visita
Esta lista no momento está vazia.
Todos por data
(Leia mais...)
(Leia mais...)

Mais Populares

Melhores classificados
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
Mais enviados por email
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
Mais impressos
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
Mais comentados
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)

Seus Favoritos

Sua lista de favoritos está vazia.  Você pode adicionar artigos a esta lista usando as ferramentas do artigo.

Sua História

Sua história está vazia.

View Desktop Version