The article/video you have requested doesn't exist yet.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

요청한 문서 / 비디오는 아직 존재하지 않습니다.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

המאמר / הסרטון שביקשת אינו קיים עדיין.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

요청한 문서 / 비디오는 아직 존재하지 않습니다.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

המאמר / הסרטון שביקשת אינו קיים עדיין.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

As Sete Terras

Classificação:   
Tamanho da fonte:

Descrição: As sete camadas da terra que cientistas descobriram recentemente foram aludidas pelo Profeta Muhammad 1.400 anos atrás.

  • Por IslamReligion.com
  • Publicado em 23 Feb 2009
  • Última modificação em 23 Feb 2009
  • Impresso: 668
  • Visualizado: 17952 (média diária: 5)
  • Classificação: 4.8 de 5
  • Classificado por: 15
  • Enviado por email: 6
  • Comentado em: 0

Uma imagem simples da Terra e das camadas interiores.  Window to the Universe (Janelas para o Universo), em (http://www.windows.ucar.edu) na University Corporation for Atmospheric Research (UCAR).  ©1995-1999, 2000 The Regents of the University of Michigan; ©2000-05 University Corporation for Atmospheric Research.

A Sunnah do Profeta Muhammad é a segunda fonte revelada do Islã.  Como o Alcorão, ela contém informação científica que não estava disponível há 1.400 anos.  Desses milagres são as “sete” terras, mencionadas pelo Profeta em vários de seus ditos.  Deles são os dois a seguir:

Hadith 1

Foi narrado sob a autoridade de Abu Salamah que surgiu uma disputa entre ele e algumas outras pessoas (sobre um pedaço de terra).  Quando ele contou a Aisha (a esposa do Profeta) sobre isso, ela disse, ‘Ó Abu Salamah!  Evite tomar a terra injustamente, porque o Profeta disse:

“Quem quer que usurpe até mesmo um palmo de terra de alguém, terá a profundidade [desse palmo de terra] enrolada em seu pescoço através das sete terras.” (Saheeh Al-Bukhari, ‘Livro da Opressão.’)

Hadith 2

Salim narrou sob a autoridade de seu pai que o Profeta disse:

“Quem quer que tome um pedaço de terra de outros injustamente, penetrará as sete terras no Dia da Ressurreição.” (Saheeh Al-Bukhari, ‘Livro da Opressão.’)

Os hadiths acima mencionados proíbem opressão em geral, especialmente tomar um pedaço de terra que pertence a outros injustamente.  Quais são as sete terras a que eles se referem?

Estudos em geologia provaram que a terra é composta de sete zonas, identificadas das camadas internas para as externas como se segue:

(1)  O Núcleo Interior Sólido da Terra: 1,7% da massa da Terra; profundidade de 5.150-6.370 quilômetros

O núcleo interior é sólido e independente do manto, suspenso no núcleo fundido externo.  Acredita-se que solidificou como resultado de pressão e congelamento, o que ocorre a maioria dos líquidos quando a temperatura cai ou a pressão aumenta.

(2)  O Núcleo Externo Líquido: 30.8% da massa da Terra; profundidade de 2.890-5.150 quilômetros

O núcleo externo é um líquido quente, que conduz eletricidade, dentro do qual ocorre movimento convectivo.  Essa camada condutiva combina com a rotação da Terra para criar um efeito de dínamo que mantém um sistema de correntes elétricas conhecido como o campo magnético da Terra.  Também é responsável pela guinada sutil da rotação da Terra.  Essa camada não é tão densa quanto ferro fundido puro, o que indica a presença de elementos mais leves.  Os cientistas suspeitam que em torno de 10% da camada seja composta de enxofre e/ou oxigênio porque esses elementos são abundantes no cosmos e se dissolvem imediatamente em ferro fundido.

(3)  A Camada “D”: 3% da massa da Terra; profundidade de 2.700-2.890 quilômetros

Essa camada é 200 a 300 quilômetros mais espessa e representa em torno de 4% da massa do manto-crosta.  Embora seja freqüentemente identificada como parte do manto inferior, descontinuidades sísmicas sugerem que a camada “D” pode diferir quimicamente do manto inferior localizado abaixo dela. Os cientistas teorizam que ou o material se dissolveu no núcleo, ou foi capaz de afundar através do manto mas não até o núcleo por causa de sua densidade.

(4)  Manto Inferior: 49.2% da massa da Terra; profundidade de 650-2.890 quilômetros

O manto inferior contém 72,9% da massa do manto-crosta e é provavelmente composto principalmente de silício, magnésio e oxigênio.  Provavelmente também contém algum ferro, cálcio e alumínio.  Os cientistas fazem essas deduções supondo que a Terra tenha uma abundância e proporção semelhantes de elementos cósmicos encontrados no Sol e em meteoritos primitivos.

(5)  Manto Intermediário (Região de transição): 7.5% da massa da Terra; profundidade de 400-650 quilômetros

A região de transição ou mesosfera (manto intermediário), às vezes chamada de camada fértil, contém 11,1% da massa do manto-crosta e é a fonte de magmas basálticos.  Também contém cálcio, alumínio e granada, que é um complexo mineral silicatado que contém alumínio.  Essa camada é densa quando fria por causa da granada.  É flutuante quando quente porque esses minerais se fundem facilmente para formar basalto, que pode então se elevar através das camadas superiores como magma.

(6)  Manto Superior: 10.3% da massa da Terra; profundidade de 10-400 quilômetros

O manto superior contém 15,3% da massa do manto-crosta.  Os fragmentos foram excavados para nossa observação por cadeias de montanhas erodidas e erupções vulcânicas.  Olivina (Mg,Fe)2SiO4 e piroxena (Mg,Fe)SiO3 foram os minerais primários encontrados dessa forma.  Esses e outros minerais são refratários e cristalinos em altas temperaturas; portanto, a maioria se assenta fora do magma, seja formando novo material ou nunca deixando o manto.  Parte do manto superior, chamado astenosfera, pode ser parcialmente fundido.

(7)  Litosfera

Crosta oceânica: 0.099% da massa da Terra; profundidade de 0-10 quilômetros

A camada rígida e mais externa da Terra compondo a crosta e o manto superior é chamada de litosfera.  A crosta oceânica contém 0,147% da massa do manto-crosta.  A maior parte da crosta da Terra foi feita através de atividade vulcânica.  O sistema de cordilheira oceânico, uma rede de 40.000 quilômetros de vulcões, gera nova crosta oceânica na taxa de 17 km3 por ano, cobrindo o solo do oceano com basalto.  O Havaí e a Islândia são dois exemplos de acúmulo de pilhas de basalto.

Essa imagem mostra uma seção transversal através da crosta e manto superior da terra apresentando as placas da litosfera (feitas da camada da crosta e da superfície do manto) se movendo sobre a astenosfera (manto superior).   Window to the Universe (Janelas para o Universo), em (http://www.windows.ucar.edu) na University Corporation for Atmospheric Research (UCAR).  ©1995-1999, 2000 The Regents of the University of Michigan; ©2000-05 University Corporation for Atmospheric Research.  Crosta continental: 0.374% da massa da Terra; profundidade de 0-50 quilômetros

A crosta continental contém 0,554% da massa do manto-crosta.  Essa é a parte externa da Terra composta essencialmente de rochas cristalinas.  Esses são minerais flutuantes de baixa densidade dominados principalmente pelo quartzo (Si)2) e feldspatos (silicatos pobres em metal).  A crosta (tanto a oceânica quanto a continental) é a superfície da Terra; como tal, é a parte mais fria de nosso planeta.  Como rochas frias se deformam lentamente, nós nos referimos a essa camada exterior rígida como litosfera (a camada rochosa ou forte).

Essa imagem mostra as divisões do interior da Terra em 7 camadas.  (Adaptado de Beatty, 1990).

Conclusão

As camadas da terra coincidem com os hadiths do Profeta mencionados acima.   O milagre é em dois assuntos:

(1)  A expressão do hadith, ‘Ele penetrará as sete terras no Dia da Ressurreição,’ indica a estratificação dessas “terras” em torno de um centro.

(2)  A precisão com a qual o Profeta do Islã se referiu às sete camadas internas de terra.

A única forma de um habitante do deserto ter conhecimento desses fatos 1.400 anos atrás é através de revelação de Deus.

Referências

Beatty, J. K. e A. Chaikin, eds.  The New Solar System (O Novo Sistema Solar, em tradução livre).  Massachusetts: Sky Publishing, Terceira Edição, 1990.

Press, Frank e Raymond Siever.  Earth (Terra).  Nova Iorque: W. H. Freeman and Company, 1986.

Seeds (Sementes), Michael A. Horizons. Belmont, Califórnia: Wadsworth, 1995.

El-Najjar, Zaghloul.  Treasures In The Sunnah: A Scientific Approach (Tesouros na Sunnah: Uma Abordagem Científica, em tradução livre): Cairo, Al-Falah Foundation, 2004.

Adicione um comentário

Outros Artigos na Mesma Categoria

Mais visualizados

DAILY
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
TOTAL
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)

Favorito del editor

Listar Artigos

Desde sua última visita
Esta lista no momento está vazia.
Todos por data
(Leia mais...)
(Leia mais...)

Mais Populares

Melhores classificados
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
Mais enviados por email
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
Mais impressos
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
Mais comentados
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)

Seus Favoritos

Sua lista de favoritos está vazia.  Você pode adicionar artigos a esta lista usando as ferramentas do artigo.

Sua História

Sua história está vazia.

View Desktop Version