您所请求的文章/视频尚不存在。

The article/video you have requested doesn't exist yet.

L'articolo / video che hai richiesto non esiste ancora.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

요청한 문서 / 비디오는 아직 존재하지 않습니다.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

המאמר / הסרטון שביקשת אינו קיים עדיין.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

您所请求的文章/视频尚不存在。

The article/video you have requested doesn't exist yet.

L'articolo / video che hai richiesto non esiste ancora.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

요청한 문서 / 비디오는 아직 존재하지 않습니다.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

המאמר / הסרטון שביקשת אינו קיים עדיין.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

A história de Lot (parte 1 de 2): A vida e os tempos de Sodoma

Classificação:
Tamanho da fonte:

Descrição: O profeta Lot adverte seu povo e os aconselha a obedecer a Deus.

  • Por Aisha Stacey (© 2015 IslamReligion.com)
  • Publicado em 21 Sep 2015
  • Última modificação em 21 Sep 2015
  • Impresso: 37
  • Visualizado: 11554 (média diária: 6)
  • Classificação: sem comentários
  • Classificado por: 0
  • Enviado por email: 0
  • Comentado em: 0

Deus enviou todos os profetas a seus povos com uma mensagem, adorar somente a Deus, e não associar coisa ou pessoa alguma na adoração com Ele.  Entretanto, Deus enviou o profeta Muhammad para toda a humanidade.  Embora sua mensagem fosse a mesma, ele veio com uma lei nova, que cobria todos os povos, em todos os lugares, em todas as épocas, mesmo em um futuro distante continuando até o Dia do Juízo.  A revelação de capítulos diferentes do Alcorão era frequentemente em resposta a um evento particular ou experiências do profeta e seus seguidores.  As histórias no Alcorão ensinam lições, fornecem o pano de fundo histórico da humanidade e demonstram a natureza de Deus.  A história do profeta Lot é uma particularmente pertinente no século 21.

Em muitas cidades ao redor do mundo não é seguro caminhar pelas ruas, mesmo durante o dia.  Assassinatos, roubo de identidades e drogas existem em abundância.  Hoje em dia a maioria das crianças já se encontrou com usuários e traficantes de drogas.  O álcool está disponível livremente em lojas de esquina, mesmo que seja responsável pela ruptura de famílias, violência doméstica e corrosão da sociedade.  A pedofilia está desenfreada, assim como a pornografia infantil e o tráfico humano.  Estilos de vida degenerados são aceitos e até vistos como normais.  Essa descrição retrata um mundo assustador e fora de controle, mas ele é realmente tão diferente do mundo da época do profeta Lot?

O povo de Lot vivia em uma sociedade muito semelhante a nossa.  Era corrupta, as pessoas não tinham vergonha, criminosos e atividades criminosas eram abundantes e os que passavam pela cidade de Sodoma se arriscavam a serem roubados ou a sofrerem abuso físico.  A atmosfera geral da cidade não era a de uma sociedade coesa.  O povo de Lot não tinha moral, padrões e vergonha.  A homossexualidade era abundante e não existia em um vácuo, era pare de um estilo de vida que não só a permitia, mas também encorajava vício e corrupção.  Foi para essa cidade que Deus enviou o profeta Lot e sua mensagem era para adorarem somente a Deus.  Entretanto, o desejo e a disposição de obedecer aos comandos de Deus estão imbuídos na adoração?  O povo de Sodoma estava satisfeito com seus modos corruptos e não tinham vontade de suprimi-los.  Lot se tornou um incômodo e suas palavras foram ignoradas.

O profeta Lot conclamou as pessoas a abrirem mão de suas atividades criminais e comportamento indecente, mas elas se recusaram a ouvir.  Lot confrontou seu povo e os advertiu.  Destacou sua corrupção, atividades criminais e comportamento sexual não natural.

"Não temeis (a Deus)? Sabei que sou, para vós, um fidedigno mensageiro. Temei, pois, a Deus, e obedecei-me! Não vos exijo, por isso, recompensa alguma, porque a minha recompensa virá do Senhor do Universo." (Alcorão 26:161-164)

Nos últimos 20 ou 30 anos tornou-se comum falar sobre homossexualidade como uma maneira natural de vida. Entretanto, de acordo com a lei de Deus e em todas as três religiões celestiais (Judaísmo, Cristianismo e Islã) isso não é aceitável.  A ideia nova de que a homossexualidade é determinada geneticamente de alguma forma também é rejeitada pelo Islã.  O Alcorão afirma claramente que as pessoas de Sodoma foram as primeiras a praticar essa aberração sexual.

"Cometeis abominação como ninguém no mundo jamais cometeu antes de vós, Acercando-vos licenciosamente dos homens, em vez das mulheres. Realmente, sois um povo transgressor."

O povo de Sodoma tinha chegado a tal nível de degradação que não tinham mais vergonha.  Cometiam seus atos não naturais em público ou em privado.  Satanás estava entre eles e, como é do jeito dele, fez suas ações parecerem justas e saudáveis.  Quando Lot insistiu para que mudassem seu estilo de vida desregrado, quiseram expulsá-lo da cidade como se conclamando à pureza ele estivesse cometendo um grande pecado.  O povo de Sodoma disse a Lot: "Se não desistires, Ó Lot, contar-te-ás entre os desterrados!" (Alcorão 26:167) Lot expressou abertamente sua irritação e fúria pelas ações maléficas e atos não naturais, e clamou a Deus para salvá-lo e a sua família do mal das pessoas de Sodoma.

Em outra parte do mundo o profeta Abraão, tio do profeta Lot, recebia três convidados.  Conhecido por sua generosidade, o profeta Abraão assou uma vaca, mas para sua decepção os convidados se recusaram a comer.  Isso era muito incomum.  Os viajantes geralmente estão com fome e o fato desses convidados recusarem sua generosidade deixou o profeta Abraão muito desconfortável.  Os convidados viram o desconforto e tentaram acabar com os temores dele.  Disseram: "Não tenhas medo!" (Alcorão 15:53) Os temores dele abrandaram e o profeta Abraão perguntou aos convidados o que os tinha trazido à cidade.  Responderam: "Fomos enviados a um povo que é criminoso, descrente, politeísta e pecador." (Alcorão 15:58)

O povo de Sodoma tinha se corrompido, acreditando que seu estilo de vida degradado era aceitável.  Infelizmente no século 21 nos tornamos tão acostumados ao mal e à ignorância, que não somos mais capazes de responder da maneira correta.  Damos desculpas e tentamos justificar o comportamento maléfico, mas o fato é que quando as pessoas continuamente desrespeitam e desobedecem abertamente a Deus, devemos ficar ultrajados. Os anjos pediram licença ao profeta Abraão e seguiram para a cidade de Sodoma, em busca do profeta Lot e de sua família.

 

 

A história de Lot (parte 2 de 2): A destruição de Sodoma

Classificação:
Tamanho da fonte:

Descrição: Os mensageiros chegam a Sodoma, o profeta Lot tenta protegê-los dos malfeitores e a punição de Deus acontece.

  • Por Aisha Stacey (© 2015 IslamReligion.com)
  • Publicado em 28 Sep 2015
  • Última modificação em 28 Sep 2015
  • Impresso: 40
  • Visualizado: 8426 (média diária: 5)
  • Classificação: sem comentários
  • Classificado por: 0
  • Enviado por email: 0
  • Comentado em: 0

O profeta Lot continuou a sofrer devido aos modos maléficos e comportamento não natural das pessoas ao redor dele e ainda assim ele continuou pacientemente a transmitir sua mensagem.  Conclamava o povo a abrir mão de seu comportamento e a obedecer ao Deus Único, adorando somente a Ele.  Entretanto, as pessoas da cidade continuaram a debochar e menosprezar Lot e até o insultaram desafiando-o a fazer recair o tormento de Deus sobre eles.

"Manda-nos o castigo de Deus, se estiveres certo." (Alcorão 29:29)

Lot estava oprimido pelo desespero e implorou a Deus que lhe concedesse vitória sobre essas pessoas, que cometiam grandes crimes e se comportavam de maneira não natural.

No momento da invocação de Lot os mensageiros (anjos) estavam com o profeta Abraão e informaram a ele da missão com Lot e seu povo.  Eles disseram:

"E quando os Nossos mensageiros (angelicais) levaram a Abraão as alvíssaras de boas novas, disseram: Em verdade, exterminaremos os moradores desta cidade, porque eles são iníquos." (Alcorão 29:31)

Abraão estava com medo porque seu sobrinho Lot estava na cidade de Sodoma, que estava prestes a ser destruída.  Ele disse aos anjos "mas Lot está lá!" Responderam:

"Nós bem sabemos quem nela está; e sem dúvida que o salvaremos, juntamente com os seus familiares, exceto a sua mulher, que se contará entre os deixados para trás." (Alcorão 29:32)

O renomado sábio muçulmano Imam Ibn Katheer, narra que quando os mensageiros se aproximaram da cidade de Sodoma encontraram a filha de Lot no rio próximo.  Ela ficou atônita com a beleza deles e temeu por eles.  Aconselhou-os a aguardar no rio pelo profeta Lot, ao invés de entrar na cidade sem a proteção dele.  Quando Lot ouviu os estrangeiros se sentiu angustiado e se perguntou se conseguiria convencê-los de evitarem a cidade de Sodoma e continuarem a viagem.  Tentou fazê-los compreender a natureza das pessoas da cidade, mas só teve sucesso em convencer os mensageiros a aguardarem a noite cair, antes de entrarem na cidade.

O profeta Lot conseguiu escoltar os mensageiros até a segurança de sua casa. Entretanto, a esposa de Lot saiu pela porta dos fundos e rapidamente contou às pessoas que dois belos homens eram convidados na casa de Lot.  A palavra se espalhou rapidamente e logo as pessoas estavam do lado de fora da casa de Lot, batendo na porta e exigindo ver os convidados.  Lot ficou ainda mais angustiado quando percebeu que sua esposa foi responsável pela multidão em sua porta e implorou que debandassem e temessem a punição de Deus.  Apelou repetidamente a eles para que buscassem gratificação sexual de maneira lícita.

"Ó meu povo! Eis aqui minhas filhas; elas vos são mais puras. Temei, pois, a Deus e não me avilteis perante os meus hóspedes. Não haverá entre vós um homem sensato?" (Alcorão 11:78)

A história de Lot na Bíblia e no Alcorão tem semelhanças notáveis.  Entretanto, o Islã rejeita completamente a noção de que o profeta Lot ofereceu suas próprias filhas ao povo da cidade.  Os sábios do Islã explicam que quando Lot usou a palavra "filhas", quis dizer as mulheres de Sodoma.  Estava exigindo que os homens de Sodoma buscassem satisfação sexual em casamentos lícitos.

Em seu livro Histórias dos Profetas, Ibn Katheer afirma que as pessoas da cidade arrombaram a porta e entraram na casa de Lot, cercando os mensageiros.  Lot ficou impotente perante eles e, ainda assim, continuou a implorar e a lembrar a eles do mal de suas ações.  As pessoas da cidade zombaram e debocharam dele dizendo: "Tu bem sabes que não temos necessidade de tuas filhas e também sabes o que queremos." (Alcorão 11:79) Os mensageiros tranquilizaram Lot dizendo: "somos os mensageiros do teu Senhor." (Alcorão 11:81) Ao ouvir essas palavras as pessoas da cidade ficaram com medo e começaram a se dispersar, deixando Lot e sua família com os mensageiros (anjos).

Os mensageiros acalmaram os temores do profeta Lot e o instruíram a reunir a família e deixar a cidade de Sodoma aquela noite.  Lot caminhou atrás de sua família, para se assegurar que ninguém olhasse para trás para a cidade de Sodoma.  A esposa de Lot permaneceu atrás e estava aflita com a punição junto com os malfeitores e os iníquos da cidade.  O Alcorão descreve a punição com um grito terrível que virou a cidade de cabeça para baixo, com chuva de pedras de argila cozida.  (Alcorão: 15:73-74)

A punição veio ao nascer do sol e Deus disse:

"E o livramos, com toda a sua família, exceto uma a anciã, que foi deixada para trás. Então, destruímos os demais, E desencadeamos sobre eles um impetuoso torvelinho; e que péssimo foi o torvelinho para os admoestadores (que fizeram pouco caso)! Sabei que nisto há um sinal; porém, a maioria deles não crê." (Alcorão 26:170-174)

Assim as páginas foram fechadas para o povo de Lot.  Seus nomes foram apagados da memória histórica.  A punição que Deus prometeu e sobre a qual o profeta Lot alertou aconteceu, porque certamente Deus mantém Suas promessas.  Ele promete punição severa para os malfeitores e paraíso como recompensa dos virtuosos.  Lot e sua família caminharam ao nascer do sol e o Alcorão nos os menciona mais.

Partes deste Artigo

Visualizar todas as partes juntas

Adicione um comentário

Mais visualizados

Diariamente
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
Total
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)

Favorito del editor

Listar Artigos

Desde sua última visita
Esta lista no momento está vazia.
Todos por data
(Leia mais...)
(Leia mais...)

Mais Populares

Melhores classificados
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
Mais enviados por email
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
Mais impressos
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
Mais comentados
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)

Seus Favoritos

Sua lista de favoritos está vazia.  Você pode adicionar artigos a esta lista usando as ferramentas do artigo.

Sua História

Sua história está vazia.

View Desktop Version