El artículo / video que has solicitado no existe todavía.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

Статьи / видео вы запросили еще не существует.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

您所请求的文章/视频尚不存在。

The article/video you have requested doesn't exist yet.

あなたが要求した記事/ビデオはまだ存在していません。

The article/video you have requested doesn't exist yet.

L'articolo / video che hai richiesto non esiste ancora.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

요청한 문서 / 비디오는 아직 존재하지 않습니다.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

המאמר / הסרטון שביקשת אינו קיים עדיין.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

El artículo / video que has solicitado no existe todavía.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

Статьи / видео вы запросили еще не существует.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

您所请求的文章/视频尚不存在。

The article/video you have requested doesn't exist yet.

L'articolo / video che hai richiesto non esiste ancora.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

요청한 문서 / 비디오는 아직 존재하지 않습니다.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

המאמר / הסרטון שביקשת אינו קיים עדיין.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

Capítulo 27, An-Naml (As Formigas)

Classificação:
Tamanho da fonte:

Descrição: A revelação do Alcorão é uma boa notícia e rejeitar o dom de Deus resultará em punição severa. 

  • Por Aisha Stacey (© 2019 IslamReligion.com)
  • Publicado em 20 May 2019
  • Última modificação em 20 May 2019
  • Impresso: 0
  • Visualizado: 276 (média diária: 7)
  • Classificação: sem comentários
  • Classificado por: 0
  • Enviado por email: 0
  • Comentado em: 0

Introdução

Chpater-27.jpgAs Formigas, um capítulo com noventa e três versículos, foi revelado em Meca.  Começa com uma descrição do Alcorão como uma boa notícia para os crentes e uma severa advertência para os não-crentes.  Em seguida, encontrar várias narrativas curtas relativas aos profetas e as comunidades que não acreditaram em suas advertências.  Estas narrativas são ilustradas com exemplos do poder de Deus e a contrastante falta de poder possuído pelas coisas que eles adoram, além de Deus.  Há descrições do Dia do Julgamento e o capítulo termina reiterando os versículos iniciais - o Alcorão é uma boa nova para os crentes, mas um alerta para os outros.

Versículos 1 - 6 Alegria ou retribuição

O versículo 1 é uma combinação das letras ta e sin .  São duas letras entre as várias combinações de quatorze letras que abrem vinte e nove capítulos do Alcorão.  Deus nunca revelou qualquer significado especial relacionado a elas.  Imediatamente após as letras, Deus diz que esta escritura é um guia para os crentes.  São boas novas para os que oram, fazem caridade e creem na Outra Vida.  Por outro lado, aqueles que não acreditam vagueiam cegamente, acreditando que suas vidas não terão consequências duradouras.  Estão errados.  Sua punição será severa e esta escritura é um aviso.  O profeta Muhammad, que a misericórdia e as bênçãos de Deus estejam sobre ele, recebe este Alcorão Daquele que Tudo Sabe.

Versículos 7 - 14 Moisés e Faraó

Ao viajar com a sua família Moisés vê um incêndio.  Ele caminha em direção à luz dizendo a sua família que voltará com notícias ou lenha para fazer o seu próprio fogo para aquecimento.  Quando ele chega ao fogo, Deus o chama para e Se apresenta.  Deus ordena a Moisés para lançar o seu cajado; ele cumpre, mas foge de medo quando o cajado começa a se mover como uma cobra.  Deus lhe diz para parar e que os mensageiros não devem ter medo quando na presença de Deus, porque Ele, Deus, é misericordioso e clemente.  Deus, então, diz a Moisés para colocar a mão dentro de seu manto e quando ele a retirar, ela será de um branco brilhante.  Deus explica que estes são dois dos nove sinais que serão dados ao Faraó para convencê-lo a submeter-se a um só Deus.  O Faraó e seus assessores chamam os sinais de feitiçaria.   Eles sabiam que os sinais eram milagres, mas os negaram e, assim, tiveram um fim muito ruim.

Versículos 15-44 Salomão e a rainha de Sabá

Quando Deus deu sabedoria a Davi e Salomão, eles O louvaram.  Eles entenderam a linguagem dos pássaros e Salomão herdou o Reino de Davi.  Os soldados de Salomão marcharam em fileiras, gênios, seres humanos e pássaros.  Quando os exércitos marcharam pelo vale das formigas, uma formiga orientou as outras para que não fossem esmagadas.  Salomão entendeu e sorriu amplamente, e implorou a Deus para dar-lhe a força e a capacidade de ser grato, a capacidade de realizar boas obras que Ele ama, e estar com os justos.

Salomão inspecionou os pássaros, mas não conseguiu encontrar a poupa.  A poupa retornou dizendo que tinha estado em Sabá onde encontrou uma mulher que liderava as pessoas.  Ela tinha um trono magnífico, mas todos adoravam o sol, em vez de Deus.  Salomão enviou a poupa com uma carta para a rainha de Sabá.  Ela leu a carta para seus conselheiros.  Era um convite para se submeter à vontade de Deus.  Salomão e seu exército não tinham invadido a cidade, então ela decidiu enviar um presente.  Quando o presente chegou, Salomão disse que não poderiam dar-lhe nada que Deus já não lhe tivesse dado.  Salomão mandou-os embora com uma ameaça de invadir sua cidade.

Sabá decidiu ir em pessoa, e enquanto esperava Salomão perguntou aos seus próprios conselheiros se alguém era capaz de trazer para ele o magnífico trono de Sabá.  Um dos gênios foi capaz de trazer o trono num piscar de olhos.  Quando Sabá chegou, lhe perguntaram se o que ela viu era o seu trono e embora estivesse disfarçado, ela disse que parecia ser seu trono.  Quando Sabá foi convidada a entrar no palácio, ela pensou que estava prestes a andar sobre água e levantou sua saia, porém o piso era feito de vidro brilhante e liso.  Quando ela viu por si mesma o que Deus tinha dado a Salomão e como sua posição era majestosa, ela se submeteu ao comando de Deus e reconheceu que ele era um nobre profeta. 

Versículos 45 - 58 Salé e Lot

Salé chamou o povo de Tamud para adorar o Deus Único, mas eles se dividiram em facções rivais.  Um grupo disse que Salé e seus seguidores eram um mau presságio.  Os líderes de algumas famílias fizeram um juramento de que se uniriam para matar Salé e sua família.  Eles elaboraram um plano desonesto, mas Deus também elaborou um plano.  O resultado foi que o plano deles não deu em nada e eles foram destruídos. As suas casas desoladas são um sinal para aqueles que refletem.  Os verdadeiros crentes foram salvos.

Lot foi enviado para o seu povo para perguntar-lhes porque eles tinham cometido atos homossexuais abertamente, embora soubessem que era errado.  Eles não tiveram nenhuma resposta, exceto tentar expulsar Lot e seus seguidores da cidade.  Então, Deus salvou Lot e toda a sua família; exceto sua esposa, que estava destinada a ser um dos que ficaram para trás.  Uma chuva de pedras caiu sobre aqueles que optaram por ignorar o aviso.

Versículos 59 - 93

É solicitado ao Profeta Muhammad que louve a Deus, envie paz sobre os mensageiros.  Ele também é instruído a perguntar quem é melhor, Deus, que criou os céus e a terra e tudo o que neles há, ou outra divindade? É claro que é Deus, que fez rios fluírem e fixou firmemente as montanhas e outras coisas maravilhosas.  Por que então adoraram outro além de Deus? Quem responde aos apelos dos aflitos e remove os fardos do sofridos? Deus, Ele é Aquele que está acima de tudo que Lhe associam.  Ninguém tem conhecimento do oculto, exceto Deus.  É Ele quem sabe quando os mortos serão ressuscitados. 

Isso perturba os incrédulos que dizem ter ouvido contos antigos sobre a ressurreição dos mortos e não acreditam nela.  Devem, portanto, viajar por toda a terra e verem por si mesmos o que aconteceu com aqueles que não atenderam às advertências de uma Outra Vida.  Deus é generoso, embora a maioria das pessoas seja ingrata.  Nada está oculto de Deus; tudo é mantido em um registro claro.  O Alcorão é orientação e misericórdia.  Deus será o juiz e o profeta Muhammad não deve sofrer com as pessoas que não prestam atenção a sua advertência.  Em vez disso, deve colocar sua confiança em Deus, porque ele está no caminho reto.  Ele não pode fazer o surdo ou o morto ouvir; não pode liderar o cego.

Um dia virá quando os incrédulos serão conduzidos diante de Deus em grupos.  O veredito será dado, mas eles não falarão.  Deus enviou sinais para aqueles que creem e aqueles que refletem.  Quando a trombeta soar muitos ficarão aterrorizados; as montanhas firmes desmoronarão como nuvens.  Naquele Dia, uma boa ação manterá uma pessoa a salvo, mas uma má ação as arremessará no Fogo.  Muhammad diz que ele foi ordenado a se submeter a Deus, adorá-Lo e recitar o Alcorão.  Muhammad é apenas um Admoestador; todo o louvor pertence somente a Deus, e Deus está sempre ciente de tudo.

Adicione um comentário

Outros Artigos na Mesma Categoria

Mais visualizados

DAILY
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
TOTAL
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)

Favorito del editor

Listar Artigos

Desde sua última visita
Esta lista no momento está vazia.
Todos por data
(Leia mais...)
(Leia mais...)

Mais Populares

Melhores classificados
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
Mais enviados por email
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
Mais impressos
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
Mais comentados
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)

Seus Favoritos

Sua lista de favoritos está vazia.  Você pode adicionar artigos a esta lista usando as ferramentas do artigo.

Sua História

Sua história está vazia.

View Desktop Version