Der Artikel / Video anzubieten existiert noch nicht.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

Статьи / видео вы запросили еще не существует.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

您所请求的文章/视频尚不存在。

The article/video you have requested doesn't exist yet.

あなたが要求した記事/ビデオはまだ存在していません。

The article/video you have requested doesn't exist yet.

L'articolo / video che hai richiesto non esiste ancora.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

요청한 문서 / 비디오는 아직 존재하지 않습니다.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

המאמר / הסרטון שביקשת אינו קיים עדיין.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

Der Artikel / Video anzubieten existiert noch nicht.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

Статьи / видео вы запросили еще не существует.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

您所请求的文章/视频尚不存在。

The article/video you have requested doesn't exist yet.

L'articolo / video che hai richiesto non esiste ancora.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

요청한 문서 / 비디오는 아직 존재하지 않습니다.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

המאמר / הסרטון שביקשת אינו קיים עדיין.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

Capítulo 104, Al-Humazah (O Difamador)

Classificação:
Tamanho da fonte:

Descrição: Uma breve e detalhada discussão sobre o mal de calúnias e difamações.  Tal comportamento é frequentemente exibido por aqueles que usam a riqueza para oprimir os outros e as consequências de tal comportamento são descritas em detalhes.

  • Por Aisha Stacey (© 2019 IslamReligion.com)
  • Publicado em 04 Mar 2019
  • Última modificação em 04 Mar 2019
  • Impresso: 2
  • Visualizado: 428 (média diária: 2)
  • Classificação: sem comentários
  • Classificado por: 0
  • Enviado por email: 0
  • Comentado em: 0

Introdução

O Difamador, nomeado assim por causa da palavra humazah no primeiro versículo, é um dos capítulos curtos no fim do Alcorão.  Muitos desses capítulos lidam extensivamente com o conceito do Inferno.  No entanto, embora haja mais dez capítulos a seguir, este é o último que menciona ou descreve os fogos do Inferno.   Aqui o Inferno é descrito de tal maneira que somos capazes de experimentar seu poder feroz com todos os nossos sentidos. 

O capítulo 104 é composto de apenas nove versículos curtos e foi revelado em Meca nos primeiros dias do Islã.  Naquela época, os novos muçulmanos foram submetidos a alguns dos piores comportamentos daqueles que não estavam inclinados a ouvir a mensagem do Profeta Muhammad, que a misericórdia e as bênçãos de Deus estejam sobre ele.  Deus chama a atenção para algumas de suas características negativas e deixa claro que esse tipo de comportamento será severamente punido na Outra Vida.  Uma lição significativa que aprendemos neste capítulo é que o sucesso não reside no acúmulo de riqueza, mas sim na lembrança de Deus. 

Versículo 1 Uma situação lamentável

O capítulo começa com Deus descrevendo uma situação verdadeiramente lastimável.  Grande desgraça virá sobre a pessoa que ridiculariza ou insulta os outros.  Usar as palavras difamador e caluniador juntas indica aqueles que de maneira contínua e habitual caluniam os outros.  Essas são pessoas más e vaidosas que zombam dos outros, insultando-os e difamando-os, com suas línguas e linguagem corporal.  Elas os criticam, imitando seus movimentos ou os sons de suas vozes e ridicularizam suas aparências ou feições.  Este tipo de pessoa não pode ver suas próprias falhas, mas se deleita em encontrar e apontar falhas em outras.  O Islã tem altos padrões de moralidade e proíbe enfaticamente esse tipo de comportamento.  Provocar abertamente ou difamar de um modo oculto, assim como zombaria e desprezo, são todos considerados comportamentos sórdidos e negativos, definitivamente não o tipo de comportamento que um crente adotaria em qualquer circunstância.

Versículos 2 e 3 Grande riqueza não faz de você um imortal

Isso descreve as pessoas que usam sua riqueza para tiranizar os outros.  Armazenar sua riqueza não os tornará imortais.  A riqueza não é o padrão pelo qual as pessoas são medidas.   Quaisquer bons traços possuídos antes da riqueza são considerados inúteis e uma perda de tempo.  Este tipo de pessoa pensa que a sua riqueza controla o seu destino e que ela não é responsável perante ninguém, por nada.  Contam sua riqueza repetidamente, olhando para ela e tendo prazer nela; são mesquinhos e egoístas.  Esqueceram a morte e que chegará o tempo em que sua riqueza terá que ser deixada para trás? A riqueza não irá protegê-los de Deus e do Dia do Juízo.

Versículos 4 e 5 Você sabe o que é o triturador?

Por causa de sua riqueza, essas pessoas acreditam que são grandes homens e mulheres, mas, pelo contrário, aqueles que acham que têm imortalidade se veem atirados no triturador.  Deus pergunta, o que vai fazer você entender completamente o quão ruim é o triturador? Aquele que busca poder ridicularizando os outros será desprezado e arremessado como lixo negligenciado no grande triturador.  Esta é uma imagem palpável do Inferno, um grande instrumento triturador que destrói tudo o que cruza seu caminho ou se mantém em seu caminho.  No Dia do Julgamento, os caluniadores e difamadores serão lançados no Inferno como objetos desprezíveis.  O instrumento triturador destruirá a riqueza e o poder que aqueles que zombam e ridicularizam acreditam que os manterão seguros.  Estudiosos islâmicos dizem que o triturador está nas profundezas do Inferno.

Versículo 6 Um fogo aceso por Deus

No versículo seis o instrumento de trituração é identificado.  É, nos dizem, o fogo do Inferno.  Está em um lugar particular no Inferno e é inflamado pelo próprio Deus.  O capítulo começa com uma descrição enigmática, mas quando Deus revela o triturador ameaçador, ele sugere horrores inimagináveis.  É um fogo que não conseguimos imaginar porque não há nada igual.  Ele é projetado por Deus para punir aqueles que comem a carne de seus irmãos e irmãs com calúnias e zombarias.  Assim, o castigo também come a carne.  Este é o único lugar no Alcorão onde o fogo do Inferno foi chamado o fogo de Deus.  Isso não apenas expressa sua repulsão, mas indica a ira e o desprezo que Deus tem por aqueles que se apegam à riqueza do mundo, achando que isso lhes dá o direito de tratar mal os outros. 

Versículo 7 Um fogo que assola o coração

Este fogo inimaginável se enfurece sobre os corações daqueles que lhes são lançados sem cerimônia.  No entanto, não entra no coração porque isso causaria a morte e este fogo come a carne e tritura os ossos.  O fogo se enfurece sobre o coração.  Isso acontece repetidas vezes, assim como quando essas mesmas pessoas contavam suas riquezas repetidas vezes.  Há simetria no assunto e o capítulo relaciona o crime à punição.  Por meio de uma difamação e tudo o que a envolve, as pessoas metaforicamente rasgam a carne de seus irmãos. No entanto, o triturador no Inferno literalmente rasga a carne.  

Versículos 8 e 9 Colunas imponentes

O fogo de Deus que esmaga se aproximará dos caluniadores e difamadores.  As chamas dispararão e as colunas fecharão qualquer fenda ou abertura em torno daqueles que estão sendo punidos.  Não haverá escapatória.  Assim como eles mantiveram sua riqueza segura em cofres e atrás de portas fechadas, Deus os trancará em uma punição sem qualquer meio de fuga. 

Adicione um comentário

Mais visualizados

DAILY
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
TOTAL
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)

Favorito del editor

Listar Artigos

Desde sua última visita
Esta lista no momento está vazia.
Todos por data
(Leia mais...)
(Leia mais...)

Mais Populares

Melhores classificados
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
Mais enviados por email
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
Mais impressos
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
Mais comentados
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)

Seus Favoritos

Sua lista de favoritos está vazia.  Você pode adicionar artigos a esta lista usando as ferramentas do artigo.

Sua História

Sua história está vazia.

View Desktop Version