L'article / vidéo que vous avez demandée ne existe pas encore.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

Der Artikel / Video anzubieten existiert noch nicht.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

您所请求的文章/视频尚不存在。

The article/video you have requested doesn't exist yet.

あなたが要求した記事/ビデオはまだ存在していません。

The article/video you have requested doesn't exist yet.

L'articolo / video che hai richiesto non esiste ancora.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

요청한 문서 / 비디오는 아직 존재하지 않습니다.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

המאמר / הסרטון שביקשת אינו קיים עדיין.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

L'article / vidéo que vous avez demandée ne existe pas encore.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

Der Artikel / Video anzubieten existiert noch nicht.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

您所请求的文章/视频尚不存在。

The article/video you have requested doesn't exist yet.

L'articolo / video che hai richiesto non esiste ancora.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

요청한 문서 / 비디오는 아직 존재하지 않습니다.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

המאמר / הסרטון שביקשת אינו קיים עדיין.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

Capítulo 113, Al-Falaq (A Alvorada)

Classificação:
Tamanho da fonte:

Descrição: Um capítulo muito curto com uma grande lição; três fontes do mal e onde buscar refúgio delas.

  • Por Aisha Stacey (© 2019 IslamReligion.com)
  • Publicado em 14 Aug 2019
  • Última modificação em 14 Aug 2019
  • Impresso: 1
  • Visualizado: 417 (média diária: 4)
  • Classificação: sem comentários
  • Classificado por: 0
  • Enviado por email: 0
  • Comentado em: 0

Introdução

Chapter-113.jpg O capítulo 113 é o penúltimo capítulo no Alcorão e é o primeiro de dois capítulos que foram revelados ao mesmo tempo. Seus assuntos e temas são semelhantes e eles são conhecidos em conjunto como os "capítulos de refúgio".

Quando o Profeta Muhammad, que a misericórdia e as bênçãos de Deus estejam sobre ele, estava propagando a mensagem do Islã, a oposição contra ele foi se tornando cada vez mais intensa. Os descrentes de Meca estavam tentando perturbar a missão de qualquer forma que podiam, incluindo a elaboração de planos para prejudicar e até matar o Profeta Muhammad. Deus, portanto, instrui o Profeta Muhammad especificamente e os crentes em geral a buscar refúgio Nele de fonte de medo, oculta ou visível, conhecida ou desconhecida.

A Alvorada é um capítulo curto de apenas cinco versículos. Seu título é tirado da última palavra do primeiro versículo. Al-falaq significa uma divisão, fissura ou fenda longitudinal. Quando é usado com a palavra alvorada, significa o romper da aurora.

O capítulo começa com a mesma palavra que o capítulo anterior e o que vem depois. Essa palavra é "dize" ou, na língua árabe, Qul.   Juntos, os capítulos 112, 113 e 114 são conhecidos como os "três quls". Das tradições do Profeta Muhammad, sabemos que existem muitos ditos autênticos que recomendam recitar estes três capítulos para buscar a proteção de Deus durante todo o dia ou a noite. Assim, no capítulo 113 Deus começa, quando buscar refúgio em Mim, diga estas palavras.

Versículo 1 Buscando refúgio de tudo com o Criador

Um sentido mais profundo da palavra falaq é criar, ou trazer à existência. Com referência à fissura ou a divisão denota que Deus é Aquele que divide a semente, trazendo os vivos dos mortos. Deus, o Senhor de toda a criação, extrai a luz das trevas. O sol, à medida que nasce, divide a escuridão da noite. Refúgio é buscado Naquele que expõe tudo que está oculto na escuridão e dá segurança com a luz do dia.

Versículo 2 Refúgio em Deus de todo o mal

Buscar refúgio em Deus é buscar refúgio no Poder Supremo que nenhum mal pode combater ou se opor. É refúgio não só dos males do mundo, mas também dos males da Outra Vida.

Em algumas das traduções para o inglês deste capítulo você encontrará as seguintes palavras: "do mal do que Ele criou". Algumas traduções mais modernas mudaram para a maldade das coisas criadas, a fim de esclarecer que o mal é atribuído ao ser criado que o cometeu e não ao ato criativo de Deus, que é naturalmente livre do mal de todas as perspectivas. O mal ou aquele que contém o mal, porém, é um subproduto do ato criativo de Deus, porque Ele é o Criador de tudo.

Versículo 3 Proteção contra o mal que surge na escuridão

O versículo dois era buscar proteção contra o mal em geral, agora no versículo três, torna-se mais específico. Tipos específicos de mal surgem na escuridão da noite. Os criminosos e os autores de maldade, animais selvagens, invasores e bandidos, que saqueiam e destroem, todos usam a escuridão para encobrir a sua abordagem. Deus nos ordena a procurar refúgio com Ele dos males e calamidades que descem à noite. Buscamos refúgio com o Senhor do amanhecer dos males da noite escura.

Versículo 4 Proteção de feitiçaria

Deus menciona isso como a próxima grande fonte de mal. Inclui todas as formas de bruxaria e feitiçaria que ilude e leva a agir ou pensar de forma não natural.  Existem muitas formas de bruxaria em todo o mundo e quase sempre inclui uma crença de que algumas pessoas podem influenciar outras por meio de certos ritos, fórmulas ou ações. O versículo refere-se particularmente a uma forma de bruxaria realizada pelas mulheres da Arábia na época, amarrando nós em cordas e soprando sobre eles para lançar feitiços.  Deus é o Protetor supremo e nenhum poder é capaz de cancelar Sua autoridade.

Versículo 5 Proteção da inveja

O mal do invejoso, é a terceira fonte mencionada de mal.  A inveja é a reação de uma pessoa em relação a outra que recebeu bênçãos e graças de Deus. É um rancor infundado, muitas vezes acompanhado pelo desejo de que os favores cessem. A palavra árabe usada aqui para a inveja é hasad que significa inveja destrutiva ou maliciosa, uma das emoções mais destrutivas que uma pessoa pode ter em relação aos outros seres humanos e que pode causar danos incalculáveis.

Este capítulo abrange as três coisas mais terríveis capazes de prejudicar as pessoas. A lição mais importante que ele nos ensina é que se uma pessoa encontra esses males deve buscar proteção, mas apenas de um lugar: do próprio Deus. 

Adicione um comentário

Outros Artigos na Mesma Categoria

Mais visualizados

DAILY
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
TOTAL
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)

Favorito del editor

Listar Artigos

Desde sua última visita
Esta lista no momento está vazia.
Todos por data
(Leia mais...)
(Leia mais...)

Mais Populares

Melhores classificados
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
Mais enviados por email
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
Mais impressos
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
Mais comentados
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)

Seus Favoritos

Sua lista de favoritos está vazia.  Você pode adicionar artigos a esta lista usando as ferramentas do artigo.

Sua História

Sua história está vazia.

View Desktop Version