Статьи / видео вы запросили еще не существует.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

您所请求的文章/视频尚不存在。

The article/video you have requested doesn't exist yet.

あなたが要求した記事/ビデオはまだ存在していません。

The article/video you have requested doesn't exist yet.

L'articolo / video che hai richiesto non esiste ancora.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

요청한 문서 / 비디오는 아직 존재하지 않습니다.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

המאמר / הסרטון שביקשת אינו קיים עדיין.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

Статьи / видео вы запросили еще не существует.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

您所请求的文章/视频尚不存在。

The article/video you have requested doesn't exist yet.

L'articolo / video che hai richiesto non esiste ancora.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

요청한 문서 / 비디오는 아직 존재하지 않습니다.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

המאמר / הסרטון שביקשת אינו קיים עדיין.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

Capítulo 10 Yunus (Jonas) (parte 1 de 2)

Classificação:
Tamanho da fonte:

Descrição: A primeira parte desse capítulo contém um convite, uma admoestação e um aviso. Deus é Um e está em controle. Essa vida é muito curta e a Outra Vida é para sempre.

  • Por Aisha Stacey (© 2017 IslamReligion.com)
  • Publicado em 25 Dec 2017
  • Última modificação em 25 Dec 2017
  • Impresso: 7
  • Visualizado: 1658 (média diária: 2)
  • Classificação: sem comentários
  • Classificado por: 0
  • Enviado por email: 0
  • Comentado em: 0

Introdução

O capítulo 10 do Alcorão, intitulado Jonas foi revelado em Meca. Toma o seu título da referência ao profeta Jonas no versículo 98 e se concentra principalmente na Unicidade de Deus.  Esse capítulo enfatiza o poder de Deus e Sua ira em relação àqueles que negam consistentemente a verdade de Suas revelações e sinais. O profeta Muhammad é encorajado a ser paciente e ciente de que é incapaz de forçar as pessoas a acreditarem.

Versículos 1 - 10 Um livro de sabedoria

Esses são os versículos de um livro sábio, diz Deus. Um livro cheio de sabedoria que detém a decisão sobre todos os assuntos. Por que então as pessoas chamam o admoestador escolhido dentre elas de adivinho? Deus é Aquele que criou tudo que está nos céus e na terra em seis períodos de tempo (dia é a palavra usada aqui, mas não é o período de 24 horas que conhecemos). Ele então Se estabeleceu no Trono, supervisionando e monitorando tudo abaixo Dele. Os crentes que O adorarem serão recompensados, mas aqueles que se recusarem experimentarão a punição. Seus sinais estão em toda a parte do universo e têm um propósito. Os que creem compreendem. Alguns não prestam atenção aos sinais, mas sua morada eterna será no Inferno. Entretanto, os que forem salvos por causa de sua fé louvarão a Deus.

Versículos 11 - 20 Quem é o mais perverso?

Se Deus corresse para a punição daqueles que a merecem, suas vidas terrenas estariam acabadas. Mas Ele permite que os malfeitores vaguem cegamente em sua ignorância. Quando uma pessoa está necessitada chama por Deus, mas quando Deus remove a aflição ela retorna para a desobediência como se nunca tivesse chamado por Deus. Gerações inteiras foram destruídas por causa do mal que fizeram. Os mensageiros vieram, mas foram ignorados e abusados. Deus observa as gerações seguintes.

Quando o Alcorão é recitado para os que não têm esperança de encontrar Deus eles pedem ao profeta Muhammad, que a misericórdia e bênçãos de Deus estejam sobre ele, que traga algo diferente ou mude o Alcorão. Deus diz ao profeta Muhammad para dizer-lhes que não cabe a ele mudá-lo.  Ele (o profeta Muhammad) só traz o que lhe foi revelado ele também teme o dia de prestar contas. Deus pergunta quem é mais perverso do que aquele que inventa mentiras contra Deus ou nega Seus sinais? Os malfeitores jamais prosperarão. Adoram outras coisas além de Deus, que não podem prejudicá-los ou beneficiá-los. Deus está muito acima daqueles com os quais O associam.  A humanidade já foi uma única nação, mas divergiram. Somente Deus conhece o invisível. Então, espere para que seja revelado.

Versículos 21 - 30 Deus lhe convida para o Paraíso

As pessoas chamam por Deus quando estão sofrendo, mas planejam e tramam contra Ele quando são retornados ao conforto. Quando forem retornados a Deus Ele lhes dirá o resultado de seus esquemas. As pessoas acham que têm algum poder sobre a vida desse mundo, mas o decreto de Deus é que ele acabará. Os sinais são para aqueles que escolhem refletir. Deus convoca à morada da paz (Paraíso) e encaminha à senda reta quem Lhe apraz. Aqueles que fazem o bem terão uma boa recompensa; são os companheiros do Paraíso. E aqueles que fazem o mal encontrarão um mau resultado no Inferno. No Dia do Juízo aqueles que adoraram outros além de Deus constatarão que suas falsas divindades negam todo o conhecimento de suas adorações e comportamentos. Algumas nem estão cientes de que estão sendo adoradas e aqueles que consentiram em serem adorados mentirão e negarão isso.

Versículos 31 - 40 Quem acreditará?

Deus aborda os descentes perguntando quem lhes dá provisão, quem permite que vejam e ouçam, quem traz os vivos dos mortos e tira os mortos dos vivos e cuida de todos os assuntos? Eles respondem que é Deus, mas por que então não prestam atenção? Deus é Quem dá vida, que pode terminar a criação e então trazê-la de volta novamente. Pode algum daqueles associados para os quais se voltam fazer isso? Não, não podem. O que há de errado com as pessoas? Aquele que guia para a verdade é mais digno de ser seguido.

Deus é Onisciente e não é possível que esse Alcorão tenha sido produzido por algum outro além de Deus. É uma confirmação do que veio antes. Se as pessoas dizem que o profeta Muhammad inventou o Alcorão, então peça a elas para apresentarem um capítulo como o dele. Não são capazes de fazê-lo, mesmo quando pedem ajuda. Não conseguem captar a verdade porque ainda não viram suas profecias serem cumpridas. O Alcorão mostra o fim à espera dos descrentes. Alguns acreditarão, mas alguns não. Deus sabe quem causa corrupção.

Versículos 41 – 56 Perdedores na Outra Vida

Deus diz ao profeta Muhammad o que falar se o negarem - "Para mim são os meus atos, para vocês os seus. Estão dissociados do que faço e estou dissociado do que fazem." Alguns ouvem, mas Muhammad não pode fazer o surdo ouvir. Alguns veem, mas ele não pode fazer o cego enxergar. Deus não é injusto com as pessoas, mas as pessoas são injustas consigo mesmas.

No Dia do Juízo as pessoas sentirão como se tivessem estado nesse mundo por uma hora ou menos e reconhecerão umas as outras. Aquelas que negaram esse encontro serão as perdedoras. Todas retornarão para Deus e isso acontecerá independente do profeta Muhammad ver ou não a punição acontecer. Cada povo teve seu mensageiro. Quando o mensageiro chegar serão julgados e não haverá injustiça. Existe um tempo determinado para cada comunidade e quando ele chega, não pode ser adiado ou apressado.

No Dia do Juízo não há saída para os descrentes. Eles o negaram por tanto tempo. Será que acreditarão quando os alcançar? Será dito que experimentem a punição, porque a promessa de Deus é verdadeira. Ele dá vida e causa a morte. A Ele todos nós retornaremos.

 

 

Capítulo 10 Yunus (Jonas) (parte 2 de 2)

Classificação:
Tamanho da fonte:

Descrição: Chama-se atenção para a ignorância e o desvio e suas consequências.  As pessoas são avisadas para não se comportarem como os povos do passado cujas civilizações foram destruídas. 

  • Por Aisha Stacey (© 2017 IslamReligion.com)
  • Publicado em 25 Dec 2017
  • Última modificação em 25 Dec 2017
  • Impresso: 7
  • Visualizado: 1506 (média diária: 2)
  • Classificação: sem comentários
  • Classificado por: 0
  • Enviado por email: 0
  • Comentado em: 0

Versículos 57 - 60 Chegou a orientação

Foi dada a instrução de Deus para a humanidade; é uma misericórdia, uma cura e orientação.  Diga-lhes, profeta Muhammad, que a misericórdia e bênçãos de Deus estejam sobre ele, que essas coisas são uma bênção e melhor para a humanidade do que todas as riquezas desse mundo que tentam acumular.  Pergunte-lhes sobre as provisões que foram enviadas por Deus.  Ele tornou algumas delas lícitas e outras ilícitas. Por que então algumas pessoas mudam as regras e tentam tornar o ilícito permissível? Deus deu permissão para isso ou estão inventando mentiras sobre Deus? Como isso será tratado no Dia do Juízo? Pense.  Deus é pleno de graça em relação à humanidade, mas a maioria das pessoas é ingrata. 

Versículos 61-67 Deus testemunha tudo

Quaisquer que sejam os assuntos nos quais as pessoas estejam engajadas, desde ler o Alcorão ao mundano, Deus é uma testemunha para tudo, o pequeno e o grande, registrado em um livro.  Nem mesmo uma mancha, o peso do pó escapa ao conhecimento de Deus e é mantido em um registro claro.  Para os que creem e temem a Deus não haverá temor. Receberão as boas novas tanto nesse mundo quanto no outro.  Deus diz ao profeta Muhammad para não permitir que as palavras dos descrentes o entristeça.  Deus é Todo-Poderoso, Ouviouvinte e Onisciente.  Tudo quanto existe nos céus e na terra pertence a Ele.  Aqueles que chamam por outro além de Deus seguem somente suposições e mentiras.  Deus fez o dia e a noite e certamente isso é um sinal para aqueles que ouvem a mensagem.

Versículos 68 - 70 A consequência de mentir sobre Deus

Algumas pessoas dizem que Deus tem um filho.  Ele é livre de todas as necessidades, o mestre dos céus e da terra.  Eles não têm autoridade para fazer essa afirmação. Por que inventam mentiras sobre Deus? Aqueles que mentem sobre Deus não terão sucesso. Podem ter alguma satisfação breve nesse mundo, mas na outra vida enfrentarão uma punição severa.

Versículos 71 - 86 Histórias do passado

Conte às pessoas a história de Noé.  Ele disse ao seu povo: "Se minha presença os lembra de muito do que não desejam ouvir sobre os sinais e avisos de Deus, então façam o que quiserem. Mas sejamos claros e decisivos. Lembrem-se, entretanto, que não pedi qualquer pagamento. A minha recompensa vem somente de Deus. Estou entre os que foram ordenados a adorar somente a Ele." Não ouviram e rejeitaram Noé.  Deus o salvou e aos que estavam com ele em um barco.  Os que negaram os sinais se afogaram.

Então Deus enviou outros, cada qual para seu próprio povo.  Vieram com evidências claras, mas gerações sucessivas persistiram na descrença.  Moisés e Aarão foram enviados ao Faraó e seu povo, mas se comportaram de maneira arrogante em relação a eles e à sua mensagem.  Moisés disse: "Vocês acham que lhes trouxe mágica? Porque os mágicos jamais terão sucesso." Arrogantemente o Faraó chamou todos os mágicos na terra e Moisés expôs a inutilidade de suas mágicas.  Deus não promove o trabalho de malfeitores. 

Ninguém acreditou em Moisés, exceto alguns dos jovens entre seu povo. A maioria das pessoas estava muito amedrontada com o regime do Faraó.  Moisés pediu aos crentes para colocarem sua confiança em Deus e eles oraram a Ele para libertá-los das mãos das pessoas injustas.

Versículos 87 - 95 Libertação

Deus revelou a Moisés e Aarão que deviam levar seu povo para o Egito, onde construiriam suas casas e estabeleceriam a oração.   Moisés então orou para que a riqueza e esplendor do povo do Faraó fossem tirados deles.  Pediu que a riqueza deles fosse obliterada e seus corações endurecidos.  Deus disse que essa súplica seria atendida e disse a Moisés para permanecer perseverante.  Então Moisés liderou seu povo pelo mar e o Faraó e seus soldados os perseguiram até que se afogaram.

No último minuto o Faraó disse que acreditava no Deus de Moisés e que se submetia a Ele, mas Deus respondeu: "Agora?" Deus salvou seu corpo, mas não sua vida, para que ele fosse um sinal para aqueles que viessem depois dele.  Muitas pessoas ainda não conseguem identificar os sinais.  O povo de Moisés se estabeleceu em um bom lugar e lhes foram providas as coisas necessárias para uma vida boa.  Não divergiram entre si até que lhes chegou o conhecimento, mas no Dia do Juízo Deus julgará entre as coisas sobre as quais divergiram.  O profeta Muhammad tinha certeza plena no que lhe foi revelado.   Mesmo que o Povo do Livro não desse atenção ao seu chamado, ainda encontrariam evidência em seus livros. 

Versículos 96 – 103 A conversão forçada é proibida

Para muitos o amor a esse mundo selou seus corações e olhos.  Não podem ver sinais diante de seus rostos.  Não acreditarão.  Nenhuma cidade jamais viu o flagelo e depois acreditou e se beneficiou dele, exceto o povo de Jonas.  Quando acreditaram a punição foi removida e tiveram satisfação, por um tempo.  Se tivesse sido a vontade de Deus, todas as pessoas da terra teriam acreditado.  Foi perguntado ao profeta Muhammad se ele obrigaria as pessoas a acreditar, contra a vontade delas.  A crença só vem pela vontade de Deus e Ele humilha aqueles que não usarão seu bom senso.  Diga às pessoas para ver os sinais nos céus e na terra, mas nenhum sinal convencerá aqueles que não crerão.  Deus pergunta: "O que estão esperando?" No fim Deus salvará os mensageiros e os crentes. Esse é o modo de Deus e Ele diz que é correto salvar os que creem.

Versículos 104 - 109 A orientação chegou. Escolha

O profeta Muhammad é ordenado por Deus a dizer: "Povo, duvide de minha religião se quiserem, mas jamais adorarei o que adoram além de Deus. Adoro a Deus que os fará morrer e fui comandado a ser um crente." Também foi comandado a se dedicar à religião e não se contar entre os que associam outros a Deus.  Deus diz para não suplicarem a outros que não podem beneficiar ou prejudicar e que, se o fizerem, certamente estarão entre os perdedores.  Se Deus os aflige com uma calamidade, ninguém pode removê-la, exceto Ele. E se Ele deseja conceder um favor, ninguém pode remover Sua graça.  Ele a concede a quem desejar. Ele é Perdoador, o Misericordioso.

Também é dito ao profeta Muhammad para contar às pessoas que a verdade chegou.  Quem escolher seguir o caminho correto o fará por seu próprio benefício e quem se desviar o fará por seu próprio risco.  Eu (Muhammad) não fui enviado para obrigá-los à orientação.  Deus diz ao profeta Muhammad para seguir o que lhe foi revelado e ser paciente até Deus julgar.  Ele é o melhor dos juízes.

Partes deste Artigo

Visualizar todas as partes juntas

Adicione um comentário

Mais visualizados

DAILY
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
TOTAL
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)

Favorito del editor

Listar Artigos

Desde sua última visita
Esta lista no momento está vazia.
Todos por data
(Leia mais...)
(Leia mais...)

Mais Populares

Melhores classificados
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
Mais enviados por email
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
Mais impressos
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
Mais comentados
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)

Seus Favoritos

Sua lista de favoritos está vazia.  Você pode adicionar artigos a esta lista usando as ferramentas do artigo.

Sua História

Sua história está vazia.

View Desktop Version