El artículo / video que has solicitado no existe todavía.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

Статьи / видео вы запросили еще не существует.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

您所请求的文章/视频尚不存在。

The article/video you have requested doesn't exist yet.

あなたが要求した記事/ビデオはまだ存在していません。

The article/video you have requested doesn't exist yet.

L'articolo / video che hai richiesto non esiste ancora.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

요청한 문서 / 비디오는 아직 존재하지 않습니다.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

המאמר / הסרטון שביקשת אינו קיים עדיין.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

El artículo / video que has solicitado no existe todavía.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

Статьи / видео вы запросили еще не существует.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

您所请求的文章/视频尚不存在。

The article/video you have requested doesn't exist yet.

L'articolo / video che hai richiesto non esiste ancora.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

요청한 문서 / 비디오는 아직 존재하지 않습니다.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

המאמר / הסרטון שביקשת אינו קיים עדיין.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

A morte no contexto da fé

Classificação:
Tamanho da fonte:

Descrição: A morte não é o fim de tudo, é uma mera estação de uma longa jornada.  Podemos olhá-la positivamente influenciando nossas vidas para alcançar nesse mundo e receber um bom resultado na Outra Vida.

  • Por islamtoday.net [editado por IslamReligion.com]
  • Publicado em 31 Jul 2017
  • Última modificação em 15 May 2019
  • Impresso: 3
  • Visualizado: 1515 (média diária: 2)
  • Classificação: sem comentários
  • Classificado por: 0
  • Enviado por email: 0
  • Comentado em: 0

Death-in-the-Context-of-Faith.jpgAntigamente, quando uma mulher via em um sonho um homem extinguir a lanterna na casa ou quando ela via que uma casa grande tinha entrado em colapso sobre suas fundações, lhe era dito pelo intérprete de sonhos que o homem da casa estava para morrer!

Uma pessoa disse: "Vi em um sonho que estava caminhando com muletas de manhã e uma hora depois fui informado que meu pai faleceu."

Os árabes antigos pensavam que o corvo era um mau presságio.  Tudo isso era superstição dos dias de ignorância antes do Islã. 

O Profeta Muhammad disse em um sermão: ""Deus deu a um servo Seu uma escolha entre receber a flor da Terra e o que Ele tinha reservado para ele e o servo escolheu o que Ele tinha reservado para ele." As pessoas ficaram perplexas, mas Abu Bakr começou a chorar, entendendo que o profeta estava dizendo às pessoas que sua vida estava chegando ao fim."[1]

Perguntaram a uma menininha: "Quantas crianças a sua família têm?"

Ela respondeu: "Somos sete."

Perguntaram: "Onde eles estão?"

Ela disse: "Cinco de nós estamos aqui e dois de nós estão embaixo daquela árvore ali."

Ele olhou na direção para a qual ela estava apontando e viu dois pequenos túmulos sob a árvore. 

"Vocês são cinco, então." "Não," ela disse, "Somos sete."

A morte não é nem obliteração, nem o fim.  É uma transição de um estado de ser para outro.  É renascer em outro mundo.  Embora pareça que o plugue de um eletrodoméstico foi puxado, é um estado transitório, efêmero.  Dizemos para as crianças que o falecido "foi para o seu Senhor."  É uma boa maneira de descrever.  É uma maneira positiva de olhar para ela e está em conformidade com nossa crença. 

O significado da vida

Albert Camus, o filósofo francês existencial, disse que desde que todos devemos morrer, nada tem qualquer significado. 

Muito antes al-Khayyam disse: "Esse vidro foi feito nessa maneira requintada. Então, por que devemos sucumbir à destruição?"

Esses são pensamentos destrutivos e niilistas.  Em contraste, o profeta Muhammad disse: "Viva nesse mundo como um estranho ou viajante."

Ibn Umar costumava dizer: "Quando você for dormir à noite, não espere pela alvorada e quando acordar, não espere que a noite chegue.  Tire vantagem de sua saúde pelos seus tempos de doença e tire vantagem de sua vida antes de sua morte."[2]

A vida é como um aeroporto, meramente uma preparação para a longa jornada que está por vir. 

Deus diz: "Que criou a vida e a morte, para testar quem de vós melhor se comporta." (Alcorão 67:2)

É uma maneira positiva de olhar para isso.  Ao invés de ser vista como uma cessação de atividade, esse evento inevitável é visto como um catalisador para atividade.  Precisamos fazer as coisas e deixar nossa marca enquanto podemos. 

Quando apreciamos que a vida é curta, isso nos ajudará a ser pessoas mais perdoadoras.  Estaremos dispostos a deixar desavenças pessoais de lado, sabendo que nosso tempo com os outros é limitado. 

Somos forçados a nos fazer três perguntas cruciais:

1.    Como podemos viver vidas felizes e produtivas?

2.    O que as pessoas dirão depois que partirmos?  Que inspiração elas encontrarão em nossas histórias de vida?

3.    Como se parecerão nossas boas ações quando nos movermos para a Outra Vida? 

Um dos predecessores virtuosos disse: "Existem pessoas que estão fazendo muitas boas ações que se soubessem que vão morrer amanhã, não seriam capazes de aumentar o que estão fazendo."

Ali ibn Abi Talib disse: "Com cada respiração a pessoa se aproxima mais da morte." Ele também disse: "Trabalhe nesse mundo como se fosse viver para sempre, mas trabalhe para a Outra Vida como se fosse morrer amanhã."

Steve Jobs fez um discurso de abertura no qual descrevia como costumava ter que dormir no chão dos quartos dos amigos, como tinha que caminhar quilômetros para conseguir uma refeição grátis, como sua mãe jovem teve que lutar para encontrar pessoas para adotá-lo quando nasceu, como foi facilmente expulso da empresa que estabeleceu e como se sentiu quando foi diagnosticado com câncer de fígado.  Então ele disse: "Se viver cada dia como se fosse o seu último, algum dia você estará certo."

Como olhar para a morte de maneira positiva

1.    É suficiente pensar nela como uma viagem para um lugar sem opressão ou injustiça.  No Dia do Juízo será dito: "Nesse dia, toda a alma será retribuída segundo o seu mérito; nesse dia, não haverá injustiça, porque Deus é Destro em ajustar contas." (Alcorão 40:17)

2.    É uma reunião com nossos entes queridos já falecidos.  Logo antes de morrer Muadh ibn Jabal disse: "Amanhã encontrarei aqueles que amo, Muhammad e seus companheiros."

3.    É libertação da prisão da existência material.  O Profeta disse: "O mundo é a prisão do crente."[3]

4.    É uma misericórdia para aqueles cujas vidas são dificultadas por doença, privação ou incapacidade debilitante ou quando a mente de uma pessoa se deteriora tanto que não pode mais interagir com seus entes queridos.

5.    A morte é semelhante ao sono.  Ambos são uma mudança em nosso estado de existência.  Uma é um movimento permanente para outra vida e a outra a prenuncia.

6.    Saber que vamos morrer um dia nos ajuda a retermos nossos valores quando enfrentamos as tribulações da vida e facilita a tomada das decisões certas quando somos confrontados com escolhas antiéticas, mas tentadoras.



Notas de rodapé:

[1] Saheeh Al-Bukhari, Saheeh Muslim

[2] Saheeh Al-Bukhari

[3] Saheeh Muslim

Adicione um comentário

Outros Artigos na Mesma Categoria

Mais visualizados

DAILY
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
TOTAL
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)

Favorito del editor

Listar Artigos

Desde sua última visita
Esta lista no momento está vazia.
Todos por data
(Leia mais...)
(Leia mais...)

Mais Populares

Melhores classificados
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
Mais enviados por email
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
Mais impressos
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
Mais comentados
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)

Seus Favoritos

Sua lista de favoritos está vazia.  Você pode adicionar artigos a esta lista usando as ferramentas do artigo.

Sua História

Sua história está vazia.

View Desktop Version