Статьи / видео вы запросили еще не существует.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

您所请求的文章/视频尚不存在。

The article/video you have requested doesn't exist yet.

あなたが要求した記事/ビデオはまだ存在していません。

The article/video you have requested doesn't exist yet.

L'articolo / video che hai richiesto non esiste ancora.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

요청한 문서 / 비디오는 아직 존재하지 않습니다.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

המאמר / הסרטון שביקשת אינו קיים עדיין.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

Статьи / видео вы запросили еще не существует.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

您所请求的文章/视频尚不存在。

The article/video you have requested doesn't exist yet.

L'articolo / video che hai richiesto non esiste ancora.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

요청한 문서 / 비디오는 아직 존재하지 않습니다.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

המאמר / הסרטון שביקשת אינו קיים עדיין.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

Posturas da oração islâmica encontradas na Bíblia

Classificação:
Tamanho da fonte:

Descrição: Aqui olhamos para vários versículos da Bíblia que descrevem a oração e notamos as semelhanças com a forma como os muçulmanos oram.

  • Por Aisha Stacey (© 2017 IslamReligion.com)
  • Publicado em 03 Jul 2017
  • Última modificação em 03 Jul 2017
  • Impresso: 1
  • Visualizado: 2318 (média diária: 3)
  • Classificação: sem comentários
  • Classificado por: 0
  • Enviado por email: 0
  • Comentado em: 0

Muslim Prayer Postures.jpgA oração tem um lugar muito importante na religião do Islã.  É o segundo pilar da fé e o ato de oração ritual é realizado cinco vezes todos os dias.  Existe um grande poder inserido nas posturas da oração e um dos mais importantes é que estabelece e reforça nossa conexão com Deus.  Essa é uma conexão que o próprio Deus estabeleceu quando criou os seres humanos.  Nosso ancestral Adão era responsável por ensinar sua família a adorar Deus da maneira correta, o que incluía orar.

Todos os profetas e mensageiros de Deus enviados para as nações da terra espalharam a mesma mensagem: "Ó humanos, adorai a Deus. Não tendes outro deus, exceto Ele."  (Alcorão 11:50)  Todos falaram palavras de sabedoria, orientando as pessoas e lembrando-as de que Deus é Único, sem parceiros, filhos ou filhas.  A maioria dos profetas mencionados no Alcorão são reconhecidos pelas pessoas das fés cristã e judaica e todos oraram de maneira muito semelhante ao que os muçulmanos oram hoje. 

Os muçulmanos acreditam que o profeta Muhammad, que a misericórdia e bênçãos de Deus estejam sobre ele, é o profeta final e que sua missão e mensagem foram ligeiramente diferentes das mensagens de todos os profetas antes dele.  Enquanto cada profeta foi enviado especificamente para guiar sua própria nação, o profeta Muhammad foi enviado para guiar toda a humanidade.   Ele disse: "Todos os outros profetas foram enviados exclusivamente para suas nações, enquanto que eu fui enviado para toda a humanidade."[1] Quando entendemos a conexão entre todos os profetas de Deus não surpreende aprender que todos oraram basicamente da mesma forma.  O que surpreende, entretanto, é que apesar de existirem descrições da oração na Bíblia, cristãos e judeus não orem mais da forma como seus próprios profetas oravam.

O restante deste artigo examinará passagens de vários livros da Bíblia e os comparará com a forma como os muçulmanos oram.

A postura mais reconhecível na oração islâmica é tocar a testa no chão.  É o ápice da oração de uma pessoa e é mencionada nas tradições autênticas do profeta Muhammad como a posição na qual um crente está o mais próximo possível de Deus.   "O mais próximo que se pode chegar de seu Senhor e quando se está em prostração."[2] Considere os seguintes versículos da Bíblia.[3]

"E (Jesus), indo um pouco mais para diante, prostrou-se sobre o seu rosto, orando..." (Mateus 26:39)

"Então Josué se prostrou com o seu rosto em terra e o adorou..." (Josué 5:14)

"Então Moisés e Arão se foram de diante do povo à porta da tenda da congregação, e se lançaram sobre os seus rostos..." (Números 20:6)

"Então caiu Abrão sobre o seu rosto..." (Gênesis 17:3)

"...e prostraram-se diante do trono sobre seus rostos, e adoraram a Deus..." (Apocalipse 7:11)

"...e inclinaram suas cabeças, e adoraram ao Senhor, com os rostos em terra." (Neemias 8:6)

"...então Davi e os anciãos, cobertos de sacos, se prostraram sobre os seus rostos." (1 Crônicas 21:16)

Em muitos outros lugares na Bíblia nos quais encontramos o método de oração mencionado, vem à mente a forma como os muçulmanos oram.  No livro da Bíblia intitulado Daniel, somos capazes de ler uma descrição de Daniel orando a Deus em um tempo de grande crise.  

"Daniel, pois, quando soube que o edito estava assinado, entrou em sua casa (ora havia no seu quarto janelas abertas do lado de Jerusalém), e três vezes no dia se punha de joelhos, e orava, e dava graças diante do seu Deus, como também antes costumava fazer." (Daniel 6:10)

É interessante notar que o profeta Daniel orava voltado para Jerusalém.  No início da missão do profeta Muhammad, os crentes também oravam voltados para Jerusalém.   Entretanto, a direção da oração islâmica mudou.  Aproximadamente dezesseis meses depois do profeta Muhammad e seus seguidores migrarem de Meca para a cidade de Medina, a qibla foi mudada para a Casa sagrada de Deus em Meca.

Descrições das posições que os muçulmanos adotam nas cinco orações rituais por dia podem ser encontradas em toda a Bíblia.   Muitas são mencionadas no livro dos Salmos: 

 "Oh, vinde, adoremos e prostremo-nos; ajoelhemos diante do Senhor, que nos criou." (Salmos 95: 6)

"...e todos os que descem ao pó se prostrarão perante ele..." (Salmos 22:29)

E no livro de Reis encontramos o profeta Elias se jogando na terra de joelhos antes de tocar a testa no chão. 

"...e se inclinou por terra, e pôs o seu rosto entre os seus joelhos." (1 Reis 18:42)

Essa é uma posição muito familiar para os muçulmanos.  O mesmo acontece em relação à posição que Jesus adota durante a oração em um momento de temor e incerteza.

"E (Jesus) apartou-se deles cerca de um tiro de pedra; e, pondo-se de joelhos, orava." (Lucas 22:41)

Embora os judeus e cristãos hoje não orem como lemos na Bíblia, os muçulmanos continuam a orar de maneira semelhante aos profetas, como pretendido pelo Criador dos céus e da terra.



Notas de rodapé:

[1] Saheeh Al-Bukhari

[2]Ibid

[3] Todos os versículos do artigo vêm da Almeida Corrigida e Revisada Fiel, disponível online em https://www.bibliaonline.com.br/  

Adicione um comentário

Outros Artigos na Mesma Categoria

Mais visualizados

DAILY
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
TOTAL
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)

Favorito del editor

Listar Artigos

Desde sua última visita
Esta lista no momento está vazia.
Todos por data
(Leia mais...)
(Leia mais...)

Mais Populares

Melhores classificados
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
Mais enviados por email
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
Mais impressos
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
Mais comentados
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)

Seus Favoritos

Sua lista de favoritos está vazia.  Você pode adicionar artigos a esta lista usando as ferramentas do artigo.

Sua História

Sua história está vazia.

View Desktop Version