Статьи / видео вы запросили еще не существует.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

您所请求的文章/视频尚不存在。

The article/video you have requested doesn't exist yet.

あなたが要求した記事/ビデオはまだ存在していません。

The article/video you have requested doesn't exist yet.

L'articolo / video che hai richiesto non esiste ancora.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

요청한 문서 / 비디오는 아직 존재하지 않습니다.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

המאמר / הסרטון שביקשת אינו קיים עדיין.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

Статьи / видео вы запросили еще не существует.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

您所请求的文章/视频尚不存在。

The article/video you have requested doesn't exist yet.

L'articolo / video che hai richiesto non esiste ancora.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

요청한 문서 / 비디오는 아직 존재하지 않습니다.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

המאמר / הסרטון שביקשת אינו קיים עדיין.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

Dez mandamentos no Alcorão (parte 1 de 3): Uma rápida introdução

Classificação:
Tamanho da fonte:

Descrição: Uma revisão do que são os Dez mandamentos e o lugar deles nas crenças judaica, cristã e islâmica.

  • Por Kamil Mufti (© 2015 IslamReligion.com)
  • Publicado em 12 Oct 2015
  • Última modificação em 04 Jun 2017
  • Impresso: 14
  • Visualizado: 12081 (média diária: 16)
  • Classificação: sem comentários
  • Classificado por: 0
  • Enviado por email: 0
  • Comentado em: 0

TenCommandmentsIntro.jpgAo ler o título, algumas pessoas podem pensar nos "Dez Mandamentos",[1] um dos filmes de maior sucesso financeiro [2] e classificado como um dos dez melhores já feitos.[3] Ou o título pode trazer memórias do debate nacional sobre colocar os "Dez Mandamentos" como propriedade pública e usá-lo em escolas públicas, que terminou na Suprema Corte em 2005.

Deixando de lado os filmes e a mídia, os fatos básicos sobre os Dez mandamentos são pouco conhecidos. É por isso que nos próximos três artigos exploraremos o que são os Dez mandamentos. Quem os segue? Qual sua relevância para a vida americana (moderna)? Quais soluções, se existirem, eles fornecem para os desafios da atualidade?

Comecemos com o básico. Os Dez mandamentos têm origem na religião judaica, mas também são encontrados nas Bíblias cristãs. Diz-se que foram inscritos em duas tábuas que foram dadas por Deus a Moisés. Na Bíblia foram registrados em Êxodo 20:2-17 e Deuteronômio 5:6-21. A lista em Êxodo é mais comumente aceita pelos cristãos. A Enciclopédia Britânica a descreve como uma "lista de preceitos religiosos que... foram divinamente revelados a Moisés no monte Sinai e gravados em duas tábuas de pedra." [4]

"O Judaísmo ensina que a primeira tábua, contendo as cinco primeiras declarações, identifica os deveres referentes à nossa relação com Deus enquanto que a segunda tábua, contendo as últimas cinco declarações, identifica os deveres referentes à nossa relação com as outras pessoas." [5] Os católicos acreditam que "os Dez mandamentos são preceitos que sustentam as obrigações fundamentais da religião e moralidade, personificando a expressão revelada da vontade do Criador em relação ao dever completo do homem com Deus e outras criaturas." [6] As versões hebraica, protestante e católica diferem. Esse não é um fato bem conhecido.[7]

Que lugar ocupa a versão bíblica na sociedade moderna? Os judeus são cuidadosos em não os enfatizar muito publicamente, para não criar a impressão de que o Judaísmo só tem esses dez mandamentos e não outros. Os teólogos cristãos, por outro lado, os consideram a lei moral de Deus para guiar a sociedade, um padrão de modelos para medir a saúde da sociedade. Como resultado, o lugar que esses mandamentos devem ter nas sociedades ocidentais e seculares é um assunto muito debatido. Devem ser parte do ensino público? Podem ser exibidos em público? As questões têm sido debatidas até pela Suprema Corte dos EUA. Apesar da atenção, a maioria dos mandamentos são simplesmente ignorados pela sociedade. Os secularistas até consideram a versão bíblica como intolerante.

Na fé islâmica é dada grande ênfase nesses mandamentos: três versículos no Alcorão, o livro sagrado do Islã, falam deles. Os companheiros do profeta Muhammad enfatizaram sua centralidade.

 

O Alcorão fala deles na surata Anaam, 6:151-153 e surata Isra’, 17:23-39. A surata Isra’ 17:23-39 é como um comentário sobre os mandamentos listados na surata Anaam. Alguns sábios os chamam de "versículos dos dez mandamentos", simplesmente porque falam dos dez mandamentos significativos a serem observados por um muçulmano. O Alcorão não afirma diretamente que são os mesmos mandamentos dados a Moisés.

Ibn Mas’ud, um companheiro famoso do Profeta Muhammad, disse [8]:

"Quem quiser verificar a vontade do profeta Muhammad sobre a qual o profeta colocou seu selo, deixava-o ler a Declaração de Deus e então recitava os três versículos."

O próprio profeta do Islã disse:

"Quem dentre vocês me prometerá fazer três coisas" e então recitou o versículo 6:151 e continuou "Quem cumprir (essa promessa) sua recompensa será com Deus, mas quem falhar e Deus o punir nessa vida, essa será sua recompensa. E a quem Deus adiar (seu cômputo) até a Outra Vida, então sua questão é com Deus. Se Ele quiser poderá puni-lo ou perdoá-lo." [9]

Em resumo, na visão islâmica esses mandamentos contêm o que Deus deseja para a vida de todas as pessoas. Têm cinco ordens e um número semelhante de proibições que definem a relação do homem com seu Criador, as obrigações do homem com sua família e os mandamentos que ordenam sua vida social. O que se segue são os dez mandamentos do Alcorão e sua relevância para a vida moderna.



Notas de rodapé:

[1]  Deve ser esclarecido que os ensinamentos islâmicos não são favoráveis à retratação de profetas de Deus em imagens ou na tela.

[2] (http://www.boxofficemojo.com/alltime/adjusted.htm)

[3] (http://www.afi.com/10top10/epic.html)

[4] "Ten Commandments." Encyclopedia Britannica. Encyclopedia Britannica Online. Encyclopedia Britannica Inc., 2012. Web. 10 Jan. 2012. (http://www.britannica.com/EBchecked/topic/587032/Ten-Commandments).

[5] (http://www.jewfaq.org/10.htm)

[6] (http://www.newadvent.org/cathen/04153a.htm)

[7] The Ten Commandments as Public Ritual. Colaboradores: Derek H. Davis - autor. Título do jornal: Journal of Church and State. Volume: 44. Edição: 2. Ano de publicação: 2002. Número da página: 221.

[8] Tirmidhi

[9] Hakim disse: "Sua cadeia é Sahih e não o registraram."

Partes deste Artigo

Visualizar todas as partes juntas

Adicione um comentário

Outros Artigos na Mesma Categoria

Mais visualizados

DAILY
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
TOTAL
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)

Favorito del editor

Listar Artigos

Desde sua última visita
Esta lista no momento está vazia.
Todos por data
(Leia mais...)
(Leia mais...)

Mais Populares

Melhores classificados
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
Mais enviados por email
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
Mais impressos
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
Mais comentados
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)

Seus Favoritos

Sua lista de favoritos está vazia.  Você pode adicionar artigos a esta lista usando as ferramentas do artigo.

Sua História

Sua história está vazia.

View Desktop Version