El artículo / video que has solicitado no existe todavía.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

L'articolo / video che hai richiesto non esiste ancora.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

요청한 문서 / 비디오는 아직 존재하지 않습니다.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

המאמר / הסרטון שביקשת אינו קיים עדיין.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

El artículo / video que has solicitado no existe todavía.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

L'articolo / video che hai richiesto non esiste ancora.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

요청한 문서 / 비디오는 아직 존재하지 않습니다.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

המאמר / הסרטון שביקשת אינו קיים עדיין.

The article/video you have requested doesn't exist yet.

O Antigo Reino de Israel - Uma Perspectiva Islâmica (parte 5 de 6): Na Idade Dourada

Classificação:
Tamanho da fonte:

Descrição: Todo o poder e força vêm somente de Deus.

  • Por Aisha Stacey (© 2013 IslamReligion.com)
  • Publicado em 28 Jan 2013
  • Última modificação em 28 Jan 2013
  • Impresso: 75
  • Visualizado: 7326 (média diária: 4)
  • Classificação: sem comentários
  • Classificado por: 0
  • Enviado por email: 0
  • Comentado em: 0

Os profetas de Deus eram meros seres humanos, mas suas responsabilidades exigiam que possuíssem características excepcionais.  Cada profeta foi obrigado a divulgar a mesma mensagem - o propósito do homem é adorar o Deus Único. (Alcorão 51:56)  Entretanto, também lhes foi exigido que implementassem e mantivessem as leis de Deus.  Para que todos os profetas fossem críveis, Deus lhes concedeu milagres pertinentes e compreensíveis para o povo para o qual foram enviados.  O milagre que definiu o profeta Salomão foi sua sabedoria única.[1]

O profeta Davi e seu filho Salomão foram governantes sábios e justos porque Deus lhes concedeu sabedoria e bom julgamento.  Davi estabeleceu um império e Salomão liderou os Filhos de Israel para a Idade Dourada.  O reino de Salomão era diferente de tudo que jamais existiu ou que existirá no futuro.  Deus, o melhor dos planejadores, envolveu o profeta Salomão em testes e tribulações elaborados para moldar seu caráter e, assim, sua vida foi pontuada de eventos voltados para a aquisição de conhecimento e experiência.

Deus descreve Salomão como "um excelente servo" por causa de seu arrependimento sincero.  Os testes e tribulações confrontados por Salomão o levaram às vezes a cometer erros no julgamento, mas ele aprendeu com seus erros.  Em uma ocasião Salomão perdeu a noção do tempo admirando seus cavalos puro-sangue até que o horário da oração da tarde havia passado.  Entretanto, quando percebeu seu erro voltou-se para Deus com remorso e tristeza e implorou por perdão.

"E agraciamos Davi com Salomão.   Que excelente servo!   Eis que foi contrito!  Um dia, ao entardecer, apresentam-lhe uns briosos corcéis.  Ele disse: Em verdade!  Amo o amor ao bem, com vistas à menção do meu Senhor. Permaneceu admirando-os, até que (o sol) se ocultou sob o véu (da noite).   (Então, ordenou): Trazei-os a mim!  E se pôs a acariciar-lhes as patas e os pescoços.  E pusemos à prova Salomão..." (Alcorão 38:30-34)

Com a morte do profeta Davi, Salomão herdou a missão profética e o império.  Devido ao seu nível de sabedoria, Salomão estava totalmente ciente do poder de Deus.  Reconheceu que Deus era responsável por qualquer condição em que se encontrasse, fácil ou difícil, e louvou a Deus por isso.  Disse: "Louvado Seja Deus." (Alcorão 27: 15).  Salomão compreendeu que nenhum poder ou força seria dele, a menos que o pedisse a Deus.  Portanto, voltou-se para Deus e pediu um reino que nunca fosse superado.  Deus concedeu seu pedido.  Concedeu a Salomão muitas habilidades e elas o ajudaram no estabelecimento de um reino magnífico.

"Disse: Ó Senhor meu! Perdoa-me e concede-me um império que ninguém, além de mim, possa possuir, porque Tu és o Agraciante por excelência!

 E lhe submetemos o vento, que soprava suavemente à sua vontade, por onde quisesse.  E todos os demônios, alvanéis e mergulhadores disponíveis.  E outros cingidos por correntes.  (Que falavam de Deus a Salomão): Estas são as Nossas dádivas; prodigalizamo-las, pois, ou restringimo-las, imensuravelmente.  Eis que ele desfrutará, ante Nós, de dignidade e excelente local de retorno!"  (Alcorão 38:35-40)

O profeta Salomão foi capaz de usar e controlar o vento, pela vontade de Deus.  Podia viajar vastas distâncias em um curto espaço de tempo.  Além disso, Salomão foi capaz de controlar os demônios entre os jinns,[2] que trabalharam para ele na construção de edificações, extração de metais, mergulhando em busca de tesouros e assegurando de forma geral a infraestrutura do reino de Salomão.  Deus também deu a Salomão uma fonte da qual fluía bronze derretido.  Assim como o pai Davi, recebeu a dádiva de ser capaz de moldar o ferro e foi capaz de moldar e dobrar o bronze para fazer ferramentas, armaduras e utensílios.

 "E submetemos a Salomão o vento impetuoso, que sopra a seu capricho, para a terra que Nós abençoamos,   porque somos Onisciente.  E também (lhe submetemos) alguns (ventos) maus que, no mar, faziam submergir os navios, além de outras tarefas, sendo Nós o seu custódio." (Alcorão 21:81-82)

" E fizemos brotar, para ele, uma fonte do cobre, e proporcionamos gênios, para trabalharem sob as suas ordens, com a anuência do seu Senhor; e a quem, dentre eles, desacatar as Nossas ordens, infligiremos o castigo do tártaro.   Executaram, para ele, tudo quanto desejava: arcos, estátuas, grandes vasilhas como reservatórios, e resistentes caldeiras de cobre.  (E dissemos): Trabalhai, ó familiares de Davi, com agradecimento!  Quão pouco são os agradecidos, entre os Meus servos!" (Alcorão 34:12-13)

O profeta Salomão foi um rei de grande renome.  Seu reino foi único e seu império representou uma idade dourada para os Filhos de Israel.  Governou com sabedoria e justiça e reconheceu que todo o poder e força vinham somente de Deus.  O rei Salomão, entretanto, não era o único governante poderoso na área.  Na terra hoje conhecida como Iêmen, mas antes conhecida como Sheba, vivia uma rainha chamada Bilqis.



Footnotes:

[1] Baseado no trabalho do Imam Ibn Kathir.  As Histórias dos Profetas.

[2] Os jinns foram criados por Deus do fogo sem fumaça, antes da criação da humanidade.  Alguns são bons e outros maus, alguns são muçulmanos e outros não.

Partes deste Artigo

Visualizar todas as partes juntas

Adicione um comentário

Outros Artigos na Mesma Categoria

Mais visualizados

DAILY
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
TOTAL
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)

Favorito del editor

Listar Artigos

Desde sua última visita
Esta lista no momento está vazia.
Todos por data
(Leia mais...)
(Leia mais...)

Mais Populares

Melhores classificados
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
Mais enviados por email
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
Mais impressos
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
Mais comentados
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)
(Leia mais...)

Seus Favoritos

Sua lista de favoritos está vazia.  Você pode adicionar artigos a esta lista usando as ferramentas do artigo.

Sua História

Sua história está vazia.

View Desktop Version